Quando pensamos na Suíça, vem logo na nossa mente, Alpes, relógios, canivetes, cidadezinhas rodeadas por montanhas, e claro, queijos e chocolates. A cidade de Lucerna tem todas as características que um turista precisa e com a vantagem de estar bem centralizada, à apenas 40 min de carro de Zurique e 1h de Bern, pode ser uma excelente base para fazer diversos passeios pela região, além dos lagos e montanhas em volta.  Lucerna está à margem do lago de Lucerna com os Alpes suíços como pano de fundo dando ao lugar um cenário único e idílico.  Sua adorável cidade velha medieval tem tudo o que precisa para encantar você: cisnes brancos, praças pitorescas, ruas calçadas de pedra , torres de vigia, pontes cobertas e uma arquitetura linda pra ninguém botar defeito!!

Lucerna é bem compacta e muito fácil de andar por lá. Os principais pontos turísticos  estão á uma curta distância uns dos outros, o que é ideal para quem tem 1 ou 2 dias para explorá-la. Nós fomos caminhando do  hotel até a parte antiga da cidade.

E aqui estão alguns lugares que visitamos e gostamos!

1. Kapellbrücke (Chapel Bridge)

 

Começamos logo pelo cartão postal da cidade – Kapellbrücke (Ponte da Capela), a ponte de madeira construída no século XIV, símbolo da antiga cidade medieval, que fazia parte do impressionante sistema de fortificação da cidade durante a idade média.

A Ponte da Capela se estende por 204 metros, cruzando o Rio Reuss. Ela foi originalmente construída em 1333 como uma fortaleza, para ajudar a proteger a cidade de ataques, e é a ponte de madeira mais antiga e coberta da Europa.

A ponte foi reconstruída em 1993 depois de um incêndio alegadamente causado por um cigarro descartado. Dentro da ponte há uma série de pinturas do século 17 que retratam a história de Lucerna. Do outro lado da ponte fica a Torre da Água, uma fortificação octogonal que ao longo do tempo serviu de farol, prisão e tesouraria.

 

2. Cidade Velha

 

A cidade velha é um lugar encantador e romântico. Parece que foi tirado diretamente de uma cena de cinema, com ruas estreitas, belos edifícios antigos, pequenas praças com fontes de água e edifícios coloridos dão ao lugar uma atmosfera de conto de fadas.

Vídeo completo da viagem!

 

3. Igreja Jesuita

 

A igreja jesuíta de Lucerna foi a primeira grande construção barroca erguida nos Alpes Suíços. É um local lindo por sua arquitetura e história. A elaborada igreja foi construída entre 1666 e 1667 em homenagem a São Francisco de Assis. Arquitetos da Itália e Áustria estiveram envolvidos na construção, e acredita ser a mais bela igreja barroca na Suíça.

Hoje em dia, a igreja é uma grande atração turística, no seu interior  acontecem apresentações e concertos musicais (não necessariamente relacionados a rituais religiosos). Vale a pena visitar e apreciar a decoração interna toda em estilo Rococó, e também a sua abóboda que foi restaurada no século XVIII.

 

4. Löwendenkmal (Lion Monument) O monumento do Leão

 

Uma das atrações que capturaram totalmente meu coração nesta cidade foi o Leão de Lucerna. Situado num parque perto do centro da cidade, esta escultura de 20 pés de altura esculpida em um penhasco é um monumento dedicado aos soldados mercenários suíços que morreram durante a Revolução Francesa.
O leão moribundo é retratado perfurado por uma lança. Sua cabeça é curvada e sua pata está cobrindo um escudo com a flor de lis (o símbolo da monarquia francesa); Ao lado dele, há outro escudo com os brasões da Suíça.
Há tanta tristeza na expressão do leão que faz seu coração doer mesmo sendo apenas uma escultura! O monumento é protegido da agitação da rua por uma alcova verde de árvores altas. A rocha vertical onde está a escultura está cercada por uma pequena lagoa e grama verde.

 

5. Passeio de barco pelo Lago Lucerna

O Lago de Lucerna é o quarto maior lago do país e tem um fortmato complicado que se curva pelas montanhas e pela cidade de Lucerna, com uma área total de 114 quilômetros quadrados. O percurso do lago tem várias vistas deslumbrantes, especialmente do Monte Rigi e do Monte Pilatus.

É possível acompanhar suas curvas pela estrada, mas é bom saber que o caminho é lento, sinuoso e passa por vários túneis. O lago é um destino turístico banstante popular, tanto para turistas quanto para os próprios suíços, contando com vários hotéis, resorts e outros estabelecimentos ao longo das margens.

 

Sugestões de passeios a partir de Lucerna

Monte Pilatus

foto divulgação

Um passeio imperdível é ir até Kriens para uma vista panorâmica onde você embarcará na gôndola e no bondinho até chegar ao topo do Monte Pilatus a 2.132 metros. Tire umas 2 horas para admirar as vistas que são de tirar o fôlego! Toda a área ao redor envolve montanhas e lagos. Aventure-se pelo Caminho do Dragão e faça uma curta caminhada até o cume antes de descer do Monte Pilatus para Alpnachstad no trem de cremalheira. O declive de 48% é o mais inclinado do mundo!

 

Engelberg-Titlis

foto divulgação

A cerca de 35 quilômetros ao sul de Lucerna, Engelberg-Titlis é o maior destino de férias de inverno e verão da Suíça Central e uma das 10 principais estâncias de esqui da Suíça. Elevado pelo Monte Titlis de 3.239 metros de altura, a vila de Engelberg é famosa pelo seu mosteiro beneditino do século XII, onde os monges ainda vivem e trabalham. No verão, a área é uma base popular para mountain bike, caminhadas, golfe e alpinismo, enquanto nos meses de inverno atrai esquiadores e snowboarders do mundo todo.

O Monte Titlis oferece a melhor e mais alta vista do centro da Suíça. O cume está sempre coberto de neve, o que é ótimo para esquiadores. A vista do mirante, a 2.970 metros (9.742 pés), inclui as montanhas Jungfrau e Matterhorn, além de Zurique e Basel em um dia claro. Você pode chegar até o topo pelo bondinho giratório, uma experiência incrível pra toda a família!!!

 

 Stanserhorn a montanha do bondinho conversível

  

 

Fizemos esse passeio pelo bondinho conversível que transporta os passageiros até a Montanha Stanserhorn, sua parte superior é aberta,  para os corajosos assim como eu que querem ter mais contato com o ar e a montanha.

O Monte Stanserhorn, fica perto de Lucerna, uns 20 min de carro até a pequena de cidade de Stans, de lá você pega um funicular que leva até o teleférico Cabrio.

Cabrio , o teleférico é apontado por seu operador como o primeiro bondinho com um segundo andar aberto do mundo. No total, 60 pessoas podem ser transportadas por vez – 30 na parte superior.

O trajeto tem 2,3 km e é feito em menos de 10 minutos.

Apesar de não ser a montanha mais alta da região, ela tem 1.898 metros de altura e oferece uma bela vista para dez lagos, parte dos Alpes e três países. A montanha oferece uma boa estrutura, com restaurante e mirante para observação da paisagem.

O dia que fomos o tempo estava bastante coberto, não deu pra ver nada, nadinha mesmo, acredito que num dia ensolarado deve ter uma vista muito bonita! Custo 54 CHF por pessoa (em abril)!

 

Monte Rigi

foto divulgação

Monte Rigi é uma montanha no centro da Suíça, fronteira com Lucerne, e faz parte dos Alpes suíços. É também conhecida como a “Rainha das Montanhas”. Rigi oferece deslumbrantes vistas panorâmicas e é famosa pelo seu belo nascer do sol. Hoje em dia, a montanha é de fácil acesso por transportes públicos. Oferece muitas excursões tanto no inverno quanto no verão, como trenó, esqui ou caminhadas.

 

Galeria de fotos!

                   

 

 


Siga também:

 

 

 

Patrocinadores:


            

 


       


 

Mirelle Tome

Author Mirelle Tome

More posts by Mirelle Tome

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: