Como é dirigir no Marrocos! Tudo que você precisa saber antes de alugar um carro e dirigir pelo Marrocos!

By 30 de Abril de 2018Tópicos recentes

Todos sabem que adoramos uma road trip (viagem de carro), e sempre que viajamos optamos por alugar carro e fazer nossa viagem de maneira independente; e quando comecei a planejar nossa viagem pelo Marrocos surgiram várias duvidas e medos. Sempre leio relatos de outros viajantes para saber mais sobre o lugar que estou indo, e acreditem, a maioria dos relatos sobre dirigir no Marrocos eram negativos. Mas pensei, se dirigimos na Turquia e sobrevivemos, acredito que no Marrocos vamos nos dar bem, rsrs.

Nossa viagem pelo Marrocos era de 10 dias, começando e terminando por Fès, passando por Merzouga ( deserto do Saara) Ouarzazate, Marrakech, Casablanca, Rabat e Chefchaouen. E a única maneira de fazer tudo, e de uma forma que nos desse liberdade, tempo e flexibilidade suficientes para ter o tipo de aventura que havíamos planejado, era alugando um carro e encarar as estradas e o trânsito caótico marroquino.

Alugar carro foi a melhor decisão que tomamos.

Está pensando em alugar um carro no Marrocos? Em primeiro lugar, excelente – é uma ótima ideia!

Em segundo lugar, temos alguns conselhos que você provavelmente deve saber antes de alugar um!

Porque alugar carro no Marrocos?

  • O sistema de transporte público no Marrocos funciona muito bem, ha trens e ônibus que ligam as principais cidades, mas para o deserto exigiria muitas horas de ônibus (+ ou – 12 horas), e o horário entre as principais partes do nosso itinerário era muitas vezes limitado com partidas pela manhã bem cedo ou à noite. Isso significaria fazer muitos compromissos e, inevitavelmente, gastar mais tempo dentro do ônibus do que em aventuras fora dele- algo que você só pode tolerar se estiver viajando a longo prazo, e esse não era nosso caso, tínhamos apenas 10 dias e queríamos aproveitar bem cada minuto. Existem várias agências que fazem excursões de 3-5 dias para o deserto saindo de Fès ou Marrakech, mas alugar um carro significaria que poderíamos planejar nossa própria rota, aproveitar o tempo para parar onde e quando quiséssemos, sair da rota e conhecer Marrocos de uma forma muito mais íntima, do nosso jeito e no nosso tempo.

 

  • ALUGAR CARRO FICA MAIS BARATO DO QUE VOCÊ IMAGINA … O valor do aluguel para os 10 dias de viagem, ficou em €150+ €200 de petróleo, tudo isso dividido por 10 dias pra 2 pessoas, saiu em €15 por pessoa por dia, gastaríamos muito mais com transporte público ou passeios privados. A empresa que alugamos foi a Locationauto Morocco.
  • Alugar um carro no Marrocos pode ser um desafio – São burros carregando gente, carregando carga, crianças pulando na frente do carro para tentar te vender alguma coisa, caroneiros, gatos, galinhas, rebanhos de cabras, caminhões enormes e pesados empatando a pista ​​nas montanhas, pedestres que parecem não saber o que é faixa de pedestre ou que atravessar uma rodovia movimentada é super normal, carroceiros… e por ai vai.

 

  •  Posto de gasolina – O país é, de fato, muito bem abastecido com postos de gasolina, mesmo em partes mais isoladas. Porém, sempre tenha dinheiro em especie para abastecer, a maioria dos postos não tinha maquina de cartão.
  •  Estradas – A infra-estrutura em termos de estradas, semáforos, sinalização e rotatória (eles adoram uma rotatória no Marrocos) geralmente são boas, mas as regras atuais das estradas aqui são às vezes muito difíceis de entender para um motorista estrangeiro. Por exemplo: Tínhamos que parar dentro das rotatórias e esperar os carros da direita avançar, muitas vezes todo mundo avançava kkkk imagina a confusão, na verdade não sei como saímos de lá inteiros e ilesos. E Pensa num povo que ama uma buzina! Parecia que cada buzinada tinha um significado especial, até tirei algumas conclusões, que, dependendo do estado caótico do transito marroquino e do tom sonoro da buzina, uma buzina pode significar: “obrigado por me deixar passar”, “pode  passar“, “desculpa“, “sai da frente”, “sabe dirigir não seu idiota“. Em outros casos acho que buzina no Marrocos é a melhor maneira de resolver um engarrafamento.

 

  • SEJA UM MOTORISTA CAUTELOSO – Na verdade, não tivemos nenhum arranhão ou acidente nos 10 dias pelo Marrocos- algo que consideramos um grande milagre por tudo que presenciamos por lá. Para ser honesta, ambos estávamos realmente preocupados mesmo era com as blitz e os policiais corruptos que vamos falar já a seguir.

 

No Marrocos há um grande controle policial, por isso convém ter muita atenção aos limites de velocidade e respeitá-los. Às vezes vê-se bem onde estão os polícias, muitas vezes estão nas saídas e entradas das cidades, principalmente depois de curvas, meio escondidos. Como em qualquer blitz são colocados placas de Stop, onde os motoristas devem parar e aguardar até os polícias darem sinal para avançar. Os sinais são colocados no chão, como na imagem.

Primeiro vai aparecer o sinal “Ralentir”: é para abrandar (quase parar)! Depois o sinal “Halte”: que é para PARAR! Mas é para parar mesmo onde está a placa Halte… os polícias vão estar a alguns metros à frente, espere até um deles fazer sinal de avançar, para depois você seguir viagem. Mesmo que eles pareçam distraídos, conversando ou ocupados com outro carro, é para parar e aguardar a ordem de avançar!

  • Durante nossa viagem de 10 dias passamos por umas 30 blitz, e fomos parados em 4 delas; Na primeira o policial só perguntou pra onde estávamos indo e mandou seguir, 2ª pediu os documentos, perguntou a nacionalidade e mandou seguir, 3ª viu que eu estava filmando a estrada pediu o telefone pra checar se estávamos filmando a blitz, checou o telefone e mandou seguir; Na 4ª vez pediu pra parar e disse que tínhamos ultrapassado a velocidade (79km/h) e disse que o limite era 60km/h, nos aplicou uma multa de 150 Dirhams, mas dizemos que não tinha dinheiro, só cartão. Então perguntou a nacionalidade, respondemos do Brasil, ai a historia mudou, disse que estava tudo bem, mas pra termos mais cuidado com as placas e nos desejou boa viagem e nos liberou! Geralmente a multa por excesso de velocidade são 400 Dirhams (cerca de 40€) e é paga na hora. Mas muitas vezes os policiais marroquinos são conhecidos como corruptos e pedem o famoso cafezinho para liberar o condutor, mas não posso dizer na sobre, porque não tivemos problemas com isso. Outra coisa que funcionou muito bem foi fazer de desentendido e dizer que não falava o idioma (francês ou inglês) 🙂
  • Limites de velocidade
    Os limites de velocidade em Marrocos são:

    • Zonas Urbanas: 40-60 km /h
    • Rodovias secundárias: 100 km /h
    • Rodovias principais: 120 km/h

  •  NÃO ACREDITE NAS DISTÂNCIAS DADAS PELO GOOGLE MAPS- Muitas vezes 2 horas de viagem se transformavam em 4h, olhando no mapa pode parecer rápido, mas pode acontecer de cair numa estrada estreita e sinuosa repleta de buracos e caminhões lentos. Ou, até mesmo trechos inteiros de estrada em manutenção, o que significa que você tem que dirigir a 20-40 km/H por quase duas horas num trecho que era pra ser apenas 30 minutos.
  • O Google Maps quase não funcionava, muitas vezes usamos o app off-line ou apenas seguíamos as placas.

 

Eu admito, estávamos realmente muito preocupados em dirigir no Marrocos, mas posso dizer que foi a melhor escolha.

O que você precisa pra alugar um carro no Marrocos?

– Você irá precisar de um cartão de crédito válido para “bloquear” o depósito ( a nossa locadora bloqueou 1000 euros)

– Carteira de motorista válida no seu país de residência. Certos fornecedores podem exigir uma carteira de motorista internacional. A carteira de motorista brasileira é aceita no Marrocos, mas é sempre bom levar também uma Permissão Internacional para Dirigir (PID).

– Algumas locadoras exigem no mínimo 21 anos de idade.

Alugamos com a empresa local Locationauto Morocco no aeroporto de Fès, fizemos a reserva pelo site da Rental cars.

 

No preço da reserva estava incluído um seguro básico que cobria danos leves e quilometragem ilimitada. Todas as empresas em geral exigem um depósito, no Marrocos bloquearam 10.000 dirhams (£800 /  €1.000). Esse dinheiro é retirado (ou retido) no seu cartão de crédito quando você chega para pegar o carro (guarde o recibo!) e devolvido depois de revisarem o carro no dia da devolução.

INSPECIONE O CARRO COMPLETAMENTE 

É normal que um carro alugado em qualquer lugar tenha algum arranhão, já pegamos alguns em cada situação! Mas no Marrocos tivemos uma grande surpresa, a empresa nos deu um carro zero bala, no plástico, com 32 km rodados apenas. Ficamos felizes e preocupados ao mesmo tempo, porque tinha lido em alguns blogs de viagens que viajar de carro pelo Marrocos era complicado por causa do trânsito caótico, e que era difícil ver carros sem arranhões ou amassados. Imagina a responsabilidade! Se caso não tiverem a mesma sorte de pegar um carro novo, recomendo checar tudo muito bem antes. O atendente trará uma folha com um pequeno diagrama do carro e, ostensivamente, passeará com você pelo carro, observando os danos pré-existentes no veículo, de modo que, quando devolvidos, todos saibam que você não causou os danos marcados no papel. Se necessário tire fotos ou faça videos, melhor prova impossível!

Devolução do carro

É claro que devolver o carro no Marrocos nunca seria tão simples quanto esperávamos.

Primeiramente, nosso atendente inspecionou o carro e, depois de concordar que não havia nenhum dano adicional, pediu para o Diego (meu marido) assinar a papelada. Mas na hora notamos que ele ainda não tinha assinado confirmando que estava tudo ok com carro, nós apontamos para ele que ele ainda não tinha assinalado a caixa dizendo “aucun dommage” (nenhum dano).

Sua resposta foi inevitável dizendo que não precisava assinar; Como? Dizemos a ele que precisávamos do papel assinado, porque era nossa única prova de que ele tinha checado o carro e que estava tudo certo, e que todas as locadoras assinam. Algumas locadoras demoram até 7 dias pra desbloquear o dinheiro retido no cartão e a unica prova de que eles não têm direito de cobrar nada do depósito e estava tudo certo com carro é essa folha. Imagina tentando falar com uma pessoa que mal falava inglês e nós nada de francês. Depois de muita insistência ele cedeu e assinou a nossa folha e guardou para ele, pedimos a copia da folha assinada, mas disse que não havia cópia. Os nervos já estavam a flor da pele, insistimos… precisamos do contrato que declara que o carro foi devolvido sem danos, pra vocês desbloquearem o deposito (que era de 1000 euros). Eles então, disseram que podíamos tirar uma foto da folha. Nós insistimos mais uma vez e dizemos que quando pegamos o carro eles ficaram com uma folha e nos deram uma copia, a copia era nossa. Depois de muito argumento ele nos deu a nossa copia assinada. Não sei dizer se tudo isso era falta de conhecimento ou esperteza mesmo, mas no final deu tudo certo, nosso dinheiro foi desbloqueado instantaneamente e viemos embora com a cabeça leve.

Independente do que aconteceu na hora de devolver o carro, eu recomendo a locadora, pelo menos o carro que nos deram era novo e não tivemos nenhum outro problema além da falta de entendimento na comunicação. 

 

Leia também:

Mirelle Tome

Author Mirelle Tome

More posts by Mirelle Tome

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: