Passeio de barco pelas praias paradisíacas do  Golfo di Orosei – Sardenha

By 30 de junho de 2018Tópicos recentes

Sardenha é uma ilha no mar mediterrâneo ocidental a oeste da Itália com uma extensão de 24090 km² é a segunda maior ilha do mediterrâneo perdendo somente para Sicília. Você pode ler o post da Sicilia através desse link.

Roteiro de 4 dias pela Sicília! 

O Golfo Di Orosei é o litoral mais selvagem e impressionante da Sardenha. As praias de areia branca das pequenas enseadas ao longo do golfo são comparadas com as das ilhas tropicais caribenhas ( só que de águas geladas). Esta parte da ilha é um destino perfeito para aqueles que desejam apreciar a beleza exótica de um ambiente natural intocável.

Até bem recentemente, a costa ao longo do Golfo di Orosei era bem desconhecida e menos frequentada por turistas do que a célebre Costa Esmeralda mais ao norte, que atraiu famosas estrelas do entretenimento e seus admiradores por décadas. As coisas mudaram um pouco em 2001, quando a diva pop Madonna chegou para estrelar o filme Swept Away, um remake de Swept Away por um Destino Incomum no Mar Azul (1974), da diretora italiana Lina Wertmüller.

Guy Ritchie, o diretor do novo remake e marido de Madonna na época, escolheu filmar algumas das cenas de praia paradisíacas do filme em Cala Luna, o mesmo local que seu antecessor Wertmüller. Embora o filme de Ritchie não tenha sido um sucesso nas bilheterias, a aparência de Madonna trouxe fama mundial para a antiga enseada isolada.
O litoral de 2000 quilômetros da Sardenha é famoso por suas águas de cor azul turquesa, praias cobertas de penhascos e enseadas idílicas com praias de areia branca, das quais algumas só podem ser alcançadas de barco. A maioria dessas enseadas está concentrada no trecho de 70 quilômetros do Golfo di Orosei, na costa leste da ilha, de Punta Nera, no norte, até Capo di Monte Santu, no sul. Em alguns lugares, os penhascos são quase verticais, escondendo praias perfeitas e cavernas de águas profundas.


O mais conhecido destes é o Grotte del Bue Marino, que consiste em várias cavernas que estão cheias de estalagmite. Houve uma época em que a gruta era popular entre as focas-monge, que se reuniam ali para dar à luz seus filhotes.

Vale saber que as praias mais bonitas da Sardenha só são alcançadas de barcos ou por trilhas, e para mim essa é a região mais bonita. Em Cala Gonone há varias empresas que fazem esse passeio, mas para quem quiser mais liberdade, alugar um barco é a melhor opção, porque assim voce podera ficar mais tempo na praia que gostar mais, no nosso caso gostamos mais de Cala Goloritze, Cala Mariolu e Cala Biriola.  Se você estiver em Olbia vale a pena ir ao porto na pequena cidade costeira de Cala Gonone e alugar um barco, como nós fizemos. Há vários quiosques de inúmeras empresas de aluguel de barcos no pequeno porto de Cala Gonone.

Nós alugamos um ( “gommone”) , preferimos assim pelo preço e pela liberdade. Uma viagem em um barco grande para 12 pessoas ou mais custará 40 euros por pessoa, enquanto um passeio mais privado em uma pequena lancha inflável para três ou quatro pessoas custará 80 euros por barco, além de despesas com combustível. ( Preços no final de Maio de 2018, em alta temporada “Julho e Agosto”, tendem a ficar mais caro).

Não é necessário licença para dirigir o barco, e você pode ficar com ele o dia todo e só retornar as 17:30. O percurso inclui todas as praias mais bonitas ao longo da costa, e que são impossíveis de alcançar de carro, só por trilhas que demoraria umas 2h para chegar em alguma delas, incluindo Cala Goloritzè, Cala Mariolu, Cala Luna e Cala dei Gabbiani.

Imagem de drone, Cala Mariolu

O dono do barco em Cala Gonone nos pediu para não nos aventurarmos para adiante de Cala Goloritze, sem dúvida a jóia mais impressionante da coroa, e ainda sugeriu que começássemos o passeio por lá e voltar parando nas praias na volta, já que as enseadas do sul são as primeiras a serem cobertas pela sombra.

E sobre dirigir o barco? Vai por mim, é super tranquilo, você recebe algumas instruções básicas antes e não tem como se perder porque você vai só numa direção e voltará pela mesma.

Do sul ao norte, as praias fluem nesta ordem: Cala Goloritze, Cala dei Gabbiani, Cala Mariolu, Cala Biriola, Cala Sisine, Cala Luna, Grotte del Bue Marino e Cala Gonone. Cada uma parece mais bonita que a outra, mas Cala Goloritze foi a minha preferida com suas formações rochosas primitivas, pedras pontudas e pedregulhos brancos lisos, é de alguma forma diferente, até mesmo transcendente.

Cala Goloritzè

Na verdade, algumas dessas enseadas – incluindo a Cala Goloritzè, protegida pela UNESCO – são difíceis de alcançar, mesmo de barco, o que significa que você terá que ancorar o barco a alguns metros da praia e nadar até a areia ou pedras 😊;

A água aqui é colorida em um tom incrivelmente belo azul-esverdeado, e é absolutamente transparente, fazendo desta enseada uma parada perfeita para mergulhadores.

Cala Luna

Não espere encontrar as praias totalmente vazia, mas certamente não estarão superlotados também, até porque 30 pessoas já lotam as praias. Tenha em mente que a maioria dessas enseadas à beira-mar não tem mais nada a oferecer, exceto as praias de areia branca e um mar cristalino.

Foto tirada com a Gopro

Você não encontrará nenhum café ou cadeira de praia ou guarda-sóis, então traga a quantidade adequada de comida, água e protetor solar para o seu passeio, perto do porto à alguns mercadinhos com tudo que você precisa para o seu passeio.

* Dica: Faça uma inspeção do seu barco antes de partir, e não hesite em tirar fotos de cortes e arranhões, especialmente na hélice. Como carros de aluguel, você deverá pagar por qualquer dano “novo”.

 

Onde se hospedar

Nós hospedamos no Hotel e Restaurante La Conchiglia que fica pertinho do porto de Cala Gonone, na rua principal de frente para o mar, onde há vários restaurantes super aconchegantes, até vimos um nascer do sol inesquecível da varanda do quarto.

 

Mirelle Tome

Author Mirelle Tome

More posts by Mirelle Tome

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: