Tag

Natal na Europa

Ghent – Bélgica! Um bate e volta imperdível a partir de Bruges ou Bruxelas!

By | Tópicos recentes | No Comments

As cidades belgas mais famosas são Bruges, Antwerp e Bruxelas, e muitas vezes as pessoas esquecem de Ghent  e não a colocam no roteiro, mas ignorar esta bela cidade seria um erro! Eu mesma quando estava pesquisando sobre quais cidades visitar na Bélgica, vi muito pouco sobre Ghent, na verdade não entendi muito, a cidade é linda tanto quanto as outras principais e ainda está situada num lugar estratégico entre Bruges e Bruxelas, 45 minutos de distancia de qualquer uma delas. É claro que eu não iria perder a chance de visita-la, e realmente ficamos impressionados,  achamos a cidade ainda mais animada que Bruges!

  

Ghent é uma cidade universitária (os alunos representam 25% da população!) Talvez por isso que achamos a cidade mais badalada que Bruges.

Gante (ou Ghent, como preferem os locais) é considerada “a pérola de Flandres”, título atribuído por sua arquitetura medieval, herança dos tempos de riqueza, quando a cidade era a mais próspera do norte da Europa. Hoje, é a capital da província de Flandres Oriental e a terceira maior cidade da Bélgica.

Continuando nossa viagem de Natal pela Bélgica, depois de ter visitado Bruges, passamos por Ghent antes de seguir viagem para Bruxelas. Foram poucas horas por la, mas foi o suficiente para sentir a atmosfera vibrante da cidade.

Os mercados de Natal aqui foram o melhor da viagem, com a praça principal cheia de barracas que servem vários tipos de comidas locais, chocolate, queijo e, claro, muita cerveja. O espírito festivo permeou toda a cidade; quase todas as ruas estavam iluminadas com luzes de Natal e decoradas de alguma forma.

 

As bancas de Natal eram extensas, estendendo todo o caminho através da praça principal até o final do Korenmarkt . Você pode imaginar-se caminhando por uma vila escandinava Natalina, com uma grande pista de patinação no gelo e até uma roda gigante no final da área de mercado!

 

A arquitetura medieval é surpreendente – A cidade de Ghent é uma festa arquitetônica para os olhos em geral. Muitos dos edifícios datam do século 12, ou mais cedo, e foram preservados incrivelmente bem, praticamente intocados pelas Guerras Mundiais. O castelo de Gravensteen (Castelo dos Condes) está localizado bem no centro da cidade no bairro de Patershol. Esta enorme fortaleza é surpreendente porque está no meio do centro histórico da cidade. Foi construído em 1180 e é uma das visitas mais destacadas. No entanto, decidimos não visitar o seu interior por falta de tempo e continuamos a visitar a parte antiga da cidade. Mas acredito que vale super a pena, não é sempre que você  encontra um castelo tão bem restaurado do século 10 no meio de uma cidade modernizada.

 

A torre Belfry é outro destaque que retrata a rica história desta cidade, referindo-se a uma época em que Ghent era a segunda maior cidade da Europa e uma das cidades mais ricas e poderosas. Esta torre faz parte das “Três torres de Ghent”, juntando-se à Catedral de São Bavão e à Igreja de São Nicolau. Se você quer uma vista icônica desses três gigantes, a ponte de São Miguel é o seu melhor ponto para fotografa-las.

O centro da cidade é  especialmente bela pela sua arquitetura, que também é uma área pedestre, o que é uma ótima característica para quem tem pouco tempo na cidade, ótimo para fazer uma caminhada tranquila pelos canais que se cruzam. O rio Leie atravessa vários canais bonitos, os Ajuinlei, os famosos Graslei , Korenlei e Kraanlei. Todos são fáceis de caminhar, mas se você preferir, também da pra fazer um passeio barco pelos canais.

Nós caminhamos pela rua J.Breydelstr para aproveitar o Korenlei e o Graslei . Aqui ficam os portos comerciais da cidade, que começaram a operar no século XI. A arquitetura dos edifícios é tão bonita que da vontade de ficar sentada por horas às margens do rio Lys para contemplar a vida passando, é também um dos pontos de encontro preferidos dos habitantes de Ghent.

Werregarenstraat – É uma rua ( ou beco) de graffiti muito estreita entre Hoogpoort e Onderstraat. Sua aparência muda constantemente à medida que os artistas adicionam e mudam decorações de graffiti constantemente . Além disso, confira o Grindbakken , que é outro dos pontos legal da cidade, onde os artistas podem ser criativos com a pintura. Achei um site bastante útil, ele possui um mapa de arte de rua que aponta os locais das paredes coloridas em Ghent, Ghentizm.

 

Para quem curte museus: os melhores museus da cidade são o STAM , o MSK (Museu das Belas Artes), Het Huis van Alijn e o SMAK .

O STAM é um antigo hospital da cidade, mas é um museu relativamente novo. Isso leva você a um passeio de descoberta das muitas camadas de Ghent, uma cidade contemporânea com uma vasta e rica história. As exposições retrata tudo o que faz Ghent a cidade hoje.

MSK sempre tem ótimas exposições, mas é especialmente popular agora porque estão restaurando alguns dos famosos painéis Altarpiece de Ghent e você pode ver os restauradores em ação aqui!

Finalmente, SMAK, esta é a arte contemporânea em seu melhor em Ghent. Este museu tem a capacidade excepcional de combinar algumas das mais importantes obras nacionais e internacionais, apresentadas em interação contínua com exposições originais e muitas vezes ousadas. Vale a pena o seu tempo!

As informações sobre os museus foram retiradas do site Visitghent.be

Leia também:

Natal mágico em Bruges – Bélgica

Assista o video completo da nossa viagem pela Bélgica!

 

Natal mágico em Bruges – Bélgica

By | Tópicos recentes | One Comment

Conhecida como a “Veneza do Norte” com seus canais pitorescos, Bruges é uma pequena cidade encantadora que serve de refúgio de um fim de semana perfeito em qualquer época do ano. Mas de novembro à janeiro, a cidade se transforma em um país das maravilhas, tornando ainda mais adorável com suas decorações coloridas e luzes cintilantes de Natal. É uma delicia andar pelas ruas antigas de paralelepípedos enquanto as tradicionais carruagens puxadas por cavalos passam, me senti como se tivesse dado um passo atrás no tempo. Bruges é uma cidade mágica que sabe captar a verdadeira essência do Natal.

Apesar de morar em Londres, uma cidade que tem um clima natalino super agitado, cheio de feirinhas, decorações Natalinas, queria experimentar a essência do Natal num lugar diferente para esse ano. Pensei em vários lugares e Bruges me veio logo em mente e depois de algumas pesquisas sobre o Natal nessa linda cidade medieval e dona de um dos melhores chocolates quentes do mundo, não tivemos duvidas que esse seria o lugar perfeito para sentir essa atmosfera gostosa do Natal Europeu. Só não teve neve, mas tivemos a sensação gostosa de estar dentro de um filme de Natal, e foi simplesmente maravilhoso!!

 

Rozenhoedkaai, Bruges

Bruges é uma daquelas cidades clássicas europeias resumida em charme e beleza. É como se a própria Disney tivesse construído um cenário para algum de seus filmes de fantasias e romance! Agora imagine-a no natal? Os mercados de natal, as carruagens puxadas por cavalos nas ruas e  o cheirinho de chocolate por todos os lugares é digna de um verdadeiro conto de fadas!

O que visitar em Bruges:

  • Grote Markt
  • Basílica do Sangue Sagrado
  • Stadhuis
  • Francônia de Bruges
  • Igreja de Nossa Senhora
  • Belfort
  • Beguinage
  • Catedral de San Salvador
  • Hospital de San Juan
  • Minnewaterpark – Lake of Love Park

   

A primeira coisa que você notará ao entrar na parte central de Bruges, é que a cidade consiste em casas pequenas, ruas de paralelepípedos e muitos canais. Durante o período do Natal, muitas dessas pequenas casas estão super enfeitadas com decorações e luzes de Natal.

Ficamos 2 dias por lá, mas independente do seu tempo, os lugares principais que você deve ver / visitar são provavelmente a Basílica do Sangue Sagrado, a área em torno da Igreja de Nossa Senhora, a praça do mercado, a Torre do Campanário (Belfort) e o Lago do Amor (Minnewaterpark).

Mercados de Natal

Os Mercados de Natal são pequenos chalés de madeira tradicionais, todos enfeitados e iluminados, neles você encontrará roupas e acessórios de frio, utensílios para casa , artesanatos e comidas, muitas variedades de comidas tipicas, os mercados estão situados na Praça Markt e na Simon Stevinplein. É maravilhoso caminhar entre as barraquinhas enquanto ouve uma linda canção de natal, sentindo o cheiro de chocolate pairando no ar, uma atmosfera festiva deliciosa.

  

No centro da Praça Markt, ha também uma pista de gelo ao ar livre com a torre de Belfry de 83 metros de altura ao fundo!

Suba a torre do campanário

Uma torre de relógio neogótica se destaca magnificamente sobre o Markt Square, o Belfry é um dos lugares mais emblemáticos de Bruges. Você terá que enfrentar  366 degraus até o topo, mas não desanime não, você será recompensado com uma vista panorâmica deslumbrante da cidade abaixo.

Caminhe pelas ruas de paralelepípedos e explore os locais históricos

Uma das minhas coisas favoritas em Bruges foi caminhar pelas suas ruelas e em volta dos canais absorvendo a atmosfera da arquitetura gótica e medieval.

É impossível lembrar da dieta estando em Bruges, além das centenas de variedades de chocolates, tem waffles, crepes, batatas fritas, a cerveja belga e o chocolate quente tradicional, esqueça a dieta e adicione no seu cardápio enquanto tiver na Bélgica, não tem igual em nenhum outro lugar! As batatas da Fritland são deliciosas, fica na praça central, o lugar é bem concorrido, mas vale a pena esperar uns minutinhos na fila.

Faça um passeio de barco ou charrete

O passeio de barco pelo canal (ou de charrete se você quiser gastar mais) é a melhor maneira de se aproximar de Bruges, é uma experiência muito especial. Você pode desfrutar de um passeio super divertido de charrete descobrindo um pouco mais da historia da cidade ou de barco pelos canais, onde você terá uma visão dos edifícios históricos mais importantes de um ângulo diferente, algumas areas dos canais serpenteiam por lugares que você não pode chegar a pé.

Minnewater Park /Lake (The Lake Of Love)

Depois de conhecer o centro histórico, seguimos para o Minnewater park, um parque público que possui uma linda área verde, ideal pra sentar na grama, fazer piquenique, passear de charretes ou apenas apreciar as paisagens. Ali também se encontra o famoso Minnewater Lake, lago conhecido por Lago do amor, que realmente tem uma aura bem romântica, com vários cisnes no lago. Um verdadeiro cenário de contos de fadas.

     

Como já mencionei aqui, a melhor maneira de ver Bruges é definitivamente a pé (mas lembre-se de levar alguns sapatos confortáveis ​​para explorar as ruas de paralelepípedos!).

Vale a pela caminhar pela cidade tanto na luz do dia quanto a noite!

Passear durante o dia é ótimo, mas é depois do anoitecer com o brilho das luzes refletindo sob os edifícios e os monumentos históricos que vai te fazer sentir dentro de um filme de romance! Eu praticamente passei pelos memos lugares durante o dia e depois a noite, são dois cenários diferentes e adivinha qual eu gostei mais? O da noite é claro!

   

Nós visitamos Bruges no Natal, mas Bruges é uma cidade alegre que pode ser visitada em qualquer época do ano, além de suas atrações históricas e museus, é realmente um centro turístico dinâmico com uma atmosfera jovem e vibrante, lojas maravilhosas, muitos terraços “com vista” e uma das maiores concentrações de bons restaurantes na Bélgica, tudo a uma curta distância a pé.

 

Antes de ir à Bruges, recomendo que você leia algo sobre sua história e por que foi considerada uma das cidades mais importantes da Europa Ocidental durante a Idade Média. Assista ao filme Em Bruges com Colin Farrell – você terá uma ideia da atmosfera do centro da cidade medieval.

 

Como chegar em Bruges

Nos fomos de carro de Londres- Bruges, cerca de 5 horas de viagem ( De Londres até Dover 2h + 2h no Ferry até Calais ou Dunkirk e mais 1h até Bruges). Mas da pra ir de trem, ônibus e avião.

A Bélgica possui uma excelente rede ferroviária. Os trens entre Bruges e  Bruxelas são frequentes e partem a cada meia hora. O tempo de viagem de Bruxelas para Bruges demora cerca de 50 minutos.

 

Onde ficar /hospedar

Ficamos no Snuffel Hostel , o hostel está situado na Cidade Velha de Bruges, a cerca de 10 minutos a pé da praça central do mercado.

A localização não poderia ser melhor, depois de uma breve caminhada você está na praça do mercado, para mim localização é essencial e para nos foi muito bom já que a melhor maneira de conhecer a cidade é a pé.

 

 

Quartos e banheiros

Os quartos são limpos e super espaçosos, nosso quarto era um duplo privado. Em relação à segurança no prédio, abrimos a porta do nosso quarto e a porta do albergue com um cartão magnético. O banheiro compartilhado é novo e bastante limpo, tudo funciona bem. Ha também um bar onde você pode jogar jogos de tabuleiro, uma cozinha bem equipada, uma sala comum, algum tipo de pátio para fumantes e uma lavanderia.

 

A recepção fica do lado bar e tem uma área grande com mesas onde é servido o café da manhã e alguns sofas, além de um bar onde você pode tomar uns drinks ou fazer um lanche rápido. Parece um bar de mochileiros clássico, achei bem bacana para interagir com os outros hospedes e com os locais que frequentam o lugar. Achei a area bem agradável e amigável. O Wi-Fi é gratuito, rápido e funciona bem em todos os lugares do prédio e dentro dos quartos. Os funcionários são super amigáveis e ainda nos ajudaram com informações sobre pontos turísticos na cidade. Há uma sala de bagagem adicional no porão, onde sua bagagem pode ser armazenada após o check-out, caso você ainda queira dar outro rolé pela cidade. No café da manhã é servido um buffet com chá, café, suco, ovos, cereais, leite, torradas, geleia, iogurtes, mel, frutas e algumas variedades de pães.

    

As instalações são muito boas, novas, limpas e modernas. A localização é central, tudo a uma curta distância; e o café da manhã está incluído no preço da hospedagem. O bar no albergue é vibrante com preços bons para bebidas e comidas rápidas. O único ponto negativo foi as duchas que precisa ficar apertando para manter a água ligada e pra quem vai lavar o cabelo longo, da um trabalhão ficar apertando toda hora, mas foi só isso, o restante estava tudo perfeito.

O Snuffel Hostel é altamente recomendável.

Hostel SnuffelEzelstraat 42
8000 Brugge (Belgium)

 +32 50 33 31 33

 Contate o hostel aqui para reservas

www.snuffel.one

       

 

Assista aqui o nosso video da nossa viagem pela Bélgica

 

Natal em Londres – O que se esperar dos dias 24,25 e 26 de dezembro!

By | Tópicos recentes | No Comments

 

Acredito que muitos de vocês que pretendem passar o Natal em Londres, não sabem o que acontece nesses dias, vou logo dizendo que muitos ficam surpresos quando chegam aqui. Pensando nisso, preparei esse guia detalhado do que acontece durante esse período. Alem de varias atrações natalinas,como vocês podem ver nesses posts abaixo, a cidade pode ficar ainda mais agitada nos dias 24 e 26 e completamente deserta no dia 25, vamos saber o porque isso acontece:

Mas antes confira algumas atrações de Natal imperdíveis em Londres:

Atrações natalinas de Londres

Mercados de Natal em Londres!

Winter Wonderland 

Pistas de gelo em Londres 

Ano novo em Londres

 

Oxford Street

 

natural history museum Ice Skating

 

 (24 de Dezembro) Véspera de Natal:

Como acontece no Brasil, muitos deixam as compras para a ultima hora, as lojas e supermercados estarão lotados, porém, as lojas fecharão mais cedo, e o serviço de transporte será reduzido gradativamente a partir do período da tarde, encerrando completamente por volta da meia-noite. Já que não haverá transporte publico no dia de Natal até na manhã seguinte, o melhor a fazer depois do trabalho é ir direto pra casa, ou pra casa dos amigos ou familiares com quem você irá celebrar o Natal. Não deixe suas compras para a última hora e certifique-se de ter tudo preparado para o dia 25. As lojas e supermercados também fecharão cedo e não reabrirá até o dia 26.

Somerset House Ice Skating

 

Winter Wonderland

 

(25 de Dezembro) Dia de Natal :

O dia 25 de dezembro é realmente um feriado na Inglaterra que nada funciona. Nada mesmo,  supermercados, lojas, restaurantes estará tudo fechado, nem os transportes públicos funcionam, o que pode afetar um turista despreparado, principalmente se você tiver voos nestas datas, reserve um táxi ou transfer com antecedência.

Haverá pouquíssimos táxis e ubers nas ruas (com tarifas maiores). Por outro lado se você é daqueles que não importa de andar e gosta de lugares turísticos vazios, esse é um bom dia para aproveitar cada cantinho da cidade sem tumulto! Olha que legal, sempre tem um lado bom! Outra opção é alugar bicicletas, tem vários pontos de alugueis espalhados pela cidade.

Regent Street

 

Bond Street

 

 (26 de Dezembro) Boxing Day:

Depois de um confinamento de mais de 24h, é hora de liberdade! Todas as lojas reabrem no Boxing Day com promoções incríveis. Dica: Chegue cedo para ter acesso às melhores ofertas porque pode ficar mais concorrido que Black Friday. Mas se você prefere fazer outras coisas e menos concorridas você pode optar pelas feirinhas de Natal.

Lembrando que a maioria dos museus, galerias e varias atrações turísticas estarão fechados entre os dias 24,25 e 26, se vierem nessa época do ano é sempre bom reservar mais dias para poder curtir todas essas atrações.

Covent Garden

Bond Street

Espero ter ajudado com essas informações!

Feliz Natal, pessoal!