FrançaViagens

Os vilarejos mais belos da Alsácia na França

 

Pra quem nunca ouviu falar da região da Alsácia, ela também é conhecida pela rota do vinho e fica na França, pertinho da fronteira com a Alemanha e Suíça.

A Alsácia é conhecida por suas casas coloridas e charmosas de estilo Enxaimel. Antes de mergulhar fundo neste post, eu só quero dizer que a Alsácia foi um dos meus lugares favoritos na França! Eu simplesmente me apaixonei por tudo, imagina um lugar calmo, charmoso e colorido!?. 

Se quiser fazer como nós, é possível adaptar a viagem à Alsácia com a Suíça e com a Alemanha. Nós chegamos pelo aeroporto de Basel ( esse aeroporto fica exatamente na fronteira entre a França e a Suíça), tanto que dei uma dica super importante sobre alugar carro no Aeroporto de Basel no meu Instagram, mas se vocês não viram, aqui vai uma super dica: como nossa viagem era entre França e Suíça, nós alugamos o carro do lado francês, por uma razão muito óbvia, “ o preço” , as locadoras tanto de um lado como do outro, são as mesmas, porém o preço é bem mais em conta do lado francês.

                                                 

Uma observação importante (os carros precisam ter um selo para circular na Suíça), então, caso alugar carro em qualquer país da Europa e quiser circular na Suíça você precisa adquirir esse selo separado ou pedir a locadora um carro já com o selo ( no caso em Basel pedimos o carro já com o selo).

Voltando às dicas da Alsácia! Alsácia é uma região com belas cidades que parecem tirado de uma história de contos de fadas. Recomendo uns 4-5 dias nessa região e claro alugar carro é ideal, mesmo que não precise dele dentro das cidades, irá facilitar muito ir de uma cidade pra outra! Agora, o difícil mesmo é dizer qual das cidades que visitei eu gostei mais, cada uma tem sua beleza particular, seja pelos canais, tamanho, e variedade de coisas para ver e fazer.

                                         

Li em muitos blogs que essa região é muito famosa na época do Natal, onde os mercados natalinos, enfeites, luzes e cheiros de vinho quente transformam a cidade num lugar mágico, e eu só tenho uma coisa a dizer, já estou planejando em voltar logo na época do Natal :). Mas posso garantir, que em qualquer época que você visitar, vai se encantar por essa região e pela arquitetura local.

Falando em arquitetura, você vai notar muita influência alemã nos formatos das casas e na culinária da região, isso porque a Alemanha e a França brigaram por muito tempo por essa região, tanto que nos últimos dois séculos, a Alsácia passou da Alemanha para a França e vice-versa até finalmente ser dominada pela França; consequentemente, é uma região que não fazia parte da França na época da formação da nação moderna e manteve uma série de diferenças institucionais, particularmente no que se refere aos assuntos religiosos. 

                                     

Na Alsácia existem diversas cidades e vilas medievais e renascentistas bem conservadas, sobretudo na Rota do Vinho e suas redondezas.

A mais conhecida é Colmar, porém outras como Riquewihr, Eguishreim, Ribeauvillé, Sélestat, Turckheim e Obernai estão entre as mais bonitas na minha opinião.

Neste post vamos fazer um tour pelos vilarejos mais belos da Alsácia!

1- COLMAR

Colmar não é apenas uma das mais belas cidades da Alsácia , mas com certeza a mais conhecida. Como muitas das outras cidades na rota do vinho da Alsácia, Colmar foi poupado da maior parte dos estragos da Segunda Guerra Mundial, por isso é cheio de história e edifícios surpreendentes que remontam ao século XV. As cores e a arquitetura são de tirar o fôlego. As pessoas costumam visitar Colmar de passagem quando estão visitando outras cidades da Alemanha ou mesmo Estrasburgo, mas recomendo um dia inteiro aqui.

                                       

Colmar é uma das maiores cidades da Alsácia, há muito o que explorar aqui, mas a maioria das atrações turísticas fica dentro de uma área compacta, onde você vai encontrar lugares como a  Rue de la Poissonnerie , um dos mais belos cartões postais e conhecido da Alsácia, o  Petite Venice, um das áreas mais charmosas de Colmar ou a  Rue de Marchands, onde você encontrará o canto mais fotografado da cidade.

Colmar o vilarejo mais charmoso da Alsácia na França

2- EGUISHEIM 

Se eu tivesse que escolher entre os vilarejos mais  belos da Alsácia , eu provavelmente ficaria com Eguisheim, um lugar que serviu de inspiração para os poderosos estúdios da Disney, e que serviu de cenário para criar a cidade da Bella no famoso filme “A Bela e a Fera”. Eguisheim fica a menos de 8 km de Colmar, e é uma visita obrigatória na rota dos vinhos da Alsácia. Esta vila de apenas 1600 habitantes é incrivelmente convidativa, o que é uma das razões pelas quais foi votada como Village Preféré des Français ( vilarejo preferido dos franceses) em 2013. Eguisheim é conhecida por ser o berço da indústria da viticultura da Alsácia, o seu microclima é perfeito para isso.

                                                 

O centro histórico é formado por três ruas concêntricas em torno da  Place du Château Saint-Léo. No coração de Eguisheim você encontra o  Posto de Turismo, a bela  Fonte de São Leão, o belo Castelo Bas ‘Eguisheim, a  Capela  dedicada ao  Papa Leão IX, e claro Le Pigeonnier , um dos lugares mais reconhecíveis e instagramers de Alsácia. 

O que ver em Eguisheim, a aldeia da Bela e a Fera

3- RIQUEWIHR

Além da rota do vinho, a Alsácia se destaca também pelo encanto dos seus vilarejos.  É o caso de Riquewihr, a “Perle du Vignoble” (a pérola do vinho), que atrai muitos turistas durante o ano todo. Riquewihr fica à 60 km de Strasbourg e a 11 km de Colmar. A pequena cidade de Riquewihr não é apenas uma das mais belas aldeias da Alsácia, mas também um dos locais mais encantadores da região. 

                                                   

O seu centro histórico é atravessado por uma rua longa, a  Rue du G. de Gaulle, cheia de lojas e restaurantes, ela começa no Hotel de Ville  e termina na  Dolder Tower , uma antiga torre de vigia com duas fachadas diferentes, o exterior sóbrio para fins defensivos, tudo feito com madeira, há também um relógio em destaque no seu exterior. No sopé da torre você encontrará a  Fonte Sinne, que antigamente era usada para lavar barris e recipientes de vinho. Em 2-3 horas é possível conhecer cada cantinho dela.

                             

Riquewihr, a pérola da rota dos vinhos da Alsácia

4- RIBEAUVILLE

Ribeauville fica apenas 5 km de Riquewihr, pertencente à famosa “Rota dos Vinhos da Alsácia”. É um lugar bem conhecido na região, guardado por três castelos, onde você pode visitar a Grand Rue, a principal avenida que atravessa a cidade e onde você pode encontrar belos edifícios, como a Câmara Municipal, a Igreja do Convento ou a bela Torre des Bouchers. 

Ribeauville é uma das cidades mais antigas da Alsácia, e foi a sede dos Senhores de Ribeaupierre (daí o nome “Ribeauville”) na Idade Média.

Não deixe de visitar: Hoje em ruínas, os 3 castelos de Ribeauvillé que foram construídos pelos senhores de Ribeaupierre:

  • castelo de St. Ulrich é o mais antigo (meados do século XIII) e mais importante dos 3 castelos. É também o mais bem preservado e sem dúvida o mais impressionante dos castelos de Ribeauvillé.
  • castelo Girsberg (ou Petit-Ribeaupierre) data de 1250. Localizado no afloramento rochoso, é particularmente interessante por sua masmorra pentagonal.
  • Château Haut-Ribeaupierre (ou Altenkastel) é o mais alto. Atualmente em fase de renovação, é simplesmente possível admirá-lo desde a sua entrada.

                                               

Mas, apesar de sua história e seus traços bonitos, a razão pela qual muitos visitam Ribeauville é o – vinho. 

As cidades de toda a Alsácia são conhecidas por sua prolífica produção de vinho, mas apenas Ribeauville tem uma das vinícolas favoritas de Lance, a Trimbach Estate.

Ribeauville é famosa por seus vinhos brancos Riesling e Gewurztraminer, os vinhedos de Ribeauvillé produzem Grands Crus Kirchberg, Osterberg e Geisberg.

 

5- OBERNAI

Provavelmente por ser mais longe de Colmar, Obernai é uma das cidades menos conhecida da região, o que, entretanto, tem o privilégio de ser uma das mais belas da Alsácia . Obernai é uma cidade pequena que ainda mantém seu charme e autenticidade. 

Uma visita a Obernai começa necessariamente com um passeio pelo encantador centro da cidade com ruas  paralelepípedos e belos edifícios repletos de flores, por isso não hesite em passear e olhar para cima! Não perca a Maison Romane, uma casa medieval notável, e claro, o Court Fastinger.

                                             

Aproveite o tempo para parar na impressionante Market Square , que abriga vários monumentos interessantes, como a Câmara Municipal , a Torre do Sino da Virgem, a capela  ou a bela fonte de Santa Odile,  além de outros lugares como a charmosa  Place de l’Etoile, o Poço dos seis cubos de estilo renascentista ou a imponente Igreja de São Pedro e São Paulo que se assemelha muito com a Catedral de Estrasburgo.

 

6- KAYSERSBERG

                                                 

Votada pelos franceses em 2017 como  “a cidade favorita da França”, Kaysersberg é outra que está entre os mais belos vilarejos  da Alsácia. Ao longo da  Rue du General de Gaulle, a principal rua da cidade. Não deixe de visitar lugares como, a  Place de Jean Ittel, onde está localizado o  Fontine Constantin, a  Igreja Sainte Croix, a  Câmara Municipal e a  ponte fortificada sob a qual passa rio Weiss em cujas margens está o famoso  Chapelle de L’Oberhof , o lugar mais fotografado de Kaysersberg.

 

7- Selestat, Cidade da Arte e História no coração da Alsácia

Idealmente localizado entre Colmar e Estrasburgo, Sélestat está no coração da Alsácia. Menos conhecida que outras cidades da Alsácia, Sélestat não carece de encanto e merece uma visita, tanto pelo seu centro quanto pelas suas atrações.

                                                       

Sélestat é rotulado como a Cidade da Arte e História. Pode-se entender facilmente por que, quando se passa pelo centro da cidade: você verá belos edifícios notavelmente bem preservados! Igrejas Saint-Georges e Sainte-Foy, torre Sorcières, casas em enxaimel no Quartier des Tanneurs ou Arsenal Sainte-Barbe … Há muito para ver!

A casa do pão – Localizado no centro de Sélestat. Este lugar é tanto um museu como padaria, oferece a você a oportunidade de mergulhar na história do pão e do trigo. Você pode visitar o espaço do museu ou simplesmente comprar as muitas especialidades da Alsácia preparadas no local.

A biblioteca humanista – A Biblioteca Humanista é uma jóia da cidade de Sélestat. Abriga uma notável coleção de livros antigos, alguns dos quais estão no Registro da Memória do Mundo da UNESCO.

 

Leia também:

O que visitar em Estrasburgo na França

Mirelle Tome

Autora Mirelle Tome

Mais posts de Mirelle Tome

Deixe uma reposta

Close
%d blogueiros gostam disto: