Tag

o que fazer

Kutná Hora e a igreja de ossos em Sedlec! República Tcheca!

By | Tópicos recentes | No Comments

IMG_4660

Antes de viajar para Praga fiz algumas pesquisas de lugares perto de Praga que dava para fazer um bate-volta, e foi aí que encontrei Kutná Hora, fiquei mais curiosa ainda quando vi que o lugar mais visitado da cidade era a igreja de ossos de Sedlec.

Kutná Hora fica à uma hora de carro de Praga, lembra que no post de Praga disse que tinha alugado carro por um outro motivo? Então, era esse; fazer esse passeio sem depender de excursões, e ficaria mais barato ainda.

 

praga para kutna hora

A primeira coisa que notei sobre Kutná Hora, foi a tranqüilidade. O ritmo mais lento e a atmosfera tranquila foi um alívio das multidões de Pragua. Fiquei impressionada com a arquitetura histórica da cidade! Nós passeamos pelas ruas da cidade vimos muitas construções belíssimas, entre elas, casas góticas, renascentistas e barrocas.

Kutná Hora foi fundada em 1142 e passou a se tornar a segunda cidade mais rica do Reino da Boêmia.

Abaixo da cidade há quilômetros de minas de prata que, no auge, ajudaram Kutná Hora a competir econômica e politicamente com Praga. A Casa da Moeda da Boêmia estava aqui, convertendo a prata de Kutná Hora em moedas que foram usadas em toda a Europa Central.

Eventualmente, as minas foram esgotadas, algumas inundadas, e a cidade que uma vez foi uma residência favorita dos reis boêmios, rapidamente diminuiu.

Kutná Hora tem um tamanho relativamente pequeno, no entanto, a distância entre dois dos pontos mais importantes ( Catedral de St Barbara e  Sedlec Ossuary) é de mais  ou menos 3 km!

CATEDRAL DE ST BARBARA

A Igreja de Santa Bárbara é a jóia de Kutná Hora. Dedicada ao santo padroeiro dos mineiros, Santa Bárbara, esta obra-prima gótica simboliza a importância da mineração de Kutná Hora.

kutna hora www.mirelletome.com  IMG_4724

O interior da Igreja de Santa Bárbara está decorado com afrescos que retratam a vida em Kutná Hora durante a época medieval. Motivos de mineração e cunhagem de moedas freqüentemente aparecem na decoração da igreja. Minha parte favorita da igreja era o teto, seu projeto parece com uma fileira de flores enormes!

5 7 8 9 10 Kutna-Hora

A construção começou em 1388 mas não foi terminada até 1905, foram mais de 500 anos até a obra ser terminada! Não é incomum para igrejas deste tamanho e período de tempo ter levado muitos anos para construir e a igreja de Santa Bárbara não era diferente. As Guerras Hussitas e a falta de recursos financeiros foram os culpados pela lenta construção da catedral.

É Inevitável visitar a Igreja de Santa Barbara e não ver o Colégio dos Jesuítas, é um enorme edifício ao lado da igreja, com sua fachada branca quase linear.

8040 IMG_4716 IMG_4723 IMG_4702

Em frente a Catedral fica a ponte da Via Barboská, com 13 esculturas ao longo de seu comprimento, dispostas de forma bem parecida com a Ponte Carlos de Praga. De um lado ela percorre o prédio do Colégio Jesuíta e do outro dá acesso a uma vista incrível para um parque, dando um visual meio bucólico para nossa chegada ao centro de Kutná Hora…

IMG_4706 IMG_4708 IMG_4709 IMG_4717

 

SEDLEC OSSUARY

 

Apenas alguns km de Kutná Hora, em Sedlec, está o ossuário de renome mundial e famoso por seu arranjo bizarro, contudo artístico, de ossos humanos.

IMG_1563 IMG_1569 kutna hora republica tcheca IMG_1580 IMG_4655 IMG_4657 IMG_4668 IMG_4675 IMG_4687

A “Igreja dos Ossos” é notável e incrivelmente inusitada! Nesta pequena capela não há frescos coloridos do teto, bancos de madeira, ou vitrais. O interior da capela é artisticamente decorado com ossos humanos – mais de 40.000 deles!
A peça mais impressionante na igreja é um enorme lustre feito inteiramente a partir de ossos. Pelo menos um de cada tipo de osso humano foi usado para criar seu designe assombroso.

 

IMG_4677

A decoração da igreja é um verdadeiro festival de crânios, úmeros, tíbias, costelas e todo tipo de partes humanas. As decorações feitas de 40.000 esqueletos incluem lustres, candelabros e um brasão. O lugar é tão fascinante, que a intenção do “decorador” era ressaltar a inescapabilidade da morte, porque ao entrar no ossuário o visitante sempre lembrará de sua própria condição mortal.

 

IMG_4689  IMG_1565kutna hora republica tcheca

A historia da Igreja

Depois da Peste e das Guerras Hussitas, milhares de pessoas foram enterradas aqui, levando ao cemitério a ser ampliado. Por volta de 1400, uma igreja gótica foi construída no meio do cemitério. A capela inferior deveria ser usada como um ossário para as sepulturas descobertas durante a construção e as que foram demolidas para abrir espaço para novos enterros.

igreja de ossos Sdlec republica tcheca

Os ossos permaneceram na capela inferior até 1870, quando a nobre família Schwarzenberg quiz que os montões de ossos fossem postos em ordem. Um escultor de madeira com o nome de Frantisek Rint foi nomeado para o trabalho, e sua criação macabra é o que vemos hoje.
O fascinante arranjo de Rint de ossos humanos fez Sedlec Ossuary uma das atrações turísticas mais visitadas na República Checa. Cada ano mais de 200.000 visitantes vêm para ver esta capela excepcional.

 

 

LEIA TAMBÉM O POST COMPLETO DE PRAGA

IMG_4545

Horários e preços!

O ossário está localizado no subsolo da Igreja do Cemitério de Todos os Santos em Sedlec, um subúrbio de Kutna Hora. (Zamecka 284 03, Kutna Hora, República Checa).
As horas são as seguintes: 8:00 – 18:00 (9:00 am aos domingos) de abril a setembro. Outubro a março 9: 00-5: 00 e novembro a fevereiro 9: 00-4: 00.
A admissão é de 90 CZK para adultos ( compramos na chegada mesmo)
Kutna Hora é uma hora de carro de Praga. Há uma abundância de empresas de turismo que oferecem excursões de Praga. Alternativamente, você pode pegar o trem.

Mais informações: www.sedlec.inf

 

 

LEIA AQUI SOBRE A CIDADE DE PEDRAS ADRSPACH TEPLICE

IMG_4781

Dicas de 3 dias em Barcelona – 10 lugares imperdíveis para visitar!

By | Tópicos recentes | 3 Comments

Barcelona é a capital da Catalunha, e é o destino ideal para aqueles que procuram, arquitetura, boa comida, sol, areia e festas. Barcelona é também a sede de um dos mais importantes clubes de futebol do mundo, o Barcelona FC. Para entrar no espírito da cidade, mergulhe nas obras de Gaudí espalhadas pela cidade. O bom de tudo isso é que quase tudo da para ser feito ao ar livre.

 

img_3227 img_3180 img_3226

 

Fomos Londres- Girona Costa Brava que fica 100km de Barcelona, saindo do aeroporto fica a estação de ônibus, e compramos o bilhete no local mesmo ( €16,oo pp).

O único transporte direto entre o aeroporto de Girona e Barcelona é o ônibus.

O tempo de viagem é de 1:15h até a estação de ônibus Barcelona Nord – Veja aqui os horários dos ônibus.

A estação de metro mais próxima, é a estação Arc de Triomf, saindo da estação, vire à esquerda para entrar na rua Napols e atravesse a rua para entrar na estação do metro.

Nós ficamos hospedados no Hostal ”La Terrassa” que fica no coração da cidade (perto do bairro gótico, do lado de Las Ramplas) a estação de metro mais próxima é “Liceu”.

Posso considerar que 3 dias em Barcelona não é o suficiente para conhecer toda a cidade, mas com esse roteiro lhe dará uma perspectiva melhor sobre a cidade.

1 dia – Fizemos o Bairro Gótico, Las Ramplas, La boqueria, Montjuic  e assistimos um jogo do Barcelona no Camp Nou.

2 dia – Fizemos um passeio pelas obras de Guadí, visitamos Casa Batlló, Casa Milá, Parque Guell, La Sagrada Família e assistimos o show da fonte Mágica.

3 dia – Tuor pelo estádio do camp Nou, passeio pela orla marítima, praia e parque Ciutadella.

A noite fomos para Madri, pegamos o trem às 21:15 da estação Sants e chegamos em Madri Meia noite na Estação Atocha, veja todos os detalhes nesse post ” Melhor maneira de viajar entre Barcelona e Madri“.

 

 

Separei alguns dos meus lugares favoritos para conhecer em Barcelona:

 

  • Park Güell

 

img_3251-2 img_3244-2 img_3252-2 img_3279-2 img_3299-2 img_3302-2 img_3307-2 img_3316-2 img_3309-2 img_3341-2 img_3322-2 img_3346-2 img_3365-2 img_3348-2 img_3372-2 img_3235-2 img_3241-2 img_3329-2

O Parque Güell foi projeto de Antonio Gaudí em 1900, que chama muita atenção pela estrutura geométrica diferenciada, com formatos e cores que fazem uma harmonia perfeita! Passear pelos jardins é admirar um belíssimo conjunto arquitetônico! Um dos destaques do parque é o famoso banco ondulante em mosaico e a famosa salamandra na entrada do parque que é símbolo da alquimia. Reserve pelo menos 2 horas para passear pelas esculturas e mosaicos coloridos ao longo do parque. Parque Güell tem 2 áreas diferentes: o Monumental Zone, que exige a compra de um bilhete (€ 7 para adultos), e a Área de Livre Acesso, que está aberto a todos os visitantes, sem qualquer custo.Você pode tomar o transporte público na maior parte do caminho para o parque; em seguida, será cerca de 15 minutos a pé até uma das muitas entradas do parque. Apanhe a linha 3 do metrô e desça em Vallcarca ou Lesseps. Para o ônibus, você pode sair nas seguintes paragens: Travessera de Dalt (Linhas H6 e 32), Plaça Catalunya (Linha 24), ou Passeig Marítim (Linha 92).

Para escapar da multidão de turistas, vá cedinho ao Parc Guell.

 

  • Casa Batlló

 

img_0543 img_0548 img_0574-1 img_0581 img_3017img_3036img_3050img_3058img_3094

Essa é umas das minhas obras favoritas de Gaudí! O telhado da Casa Batlló se assemelha a parte de trás de um dragão. Seus  exteriores exibem mosaicos coloridos feitos de cerâmicas quebradas, enquanto adornos semelhantes a ossos cercam suas janelas. Por razões óbvias, é comumente chamado The House of Bones. Para chegar lá através do metro, saia em Passeig de Gràcia na linha 2, 3 ou 4 ou de ônibus, números H10, V15, 7, 22 ou 24.

Preço: 22,50€

 

  • Casa Milá ( La Pedrera)

 

img_0593 img_0606 img_3107 img_3153 img_3167 img_3179

Fica apenas a poucos quarteirões da Casa Batlló, a Casa Milá, também conhecida como La Pedrera.

Gaudí, que recebeu um orçamento ilimitado para a obra, ficou empolgado. O resultado do seu trabalho foi uma grande escultura abstrata, onde triunfam as linhas curvas e formas orgânicas.

Após a inauguração, a obra foi motivo de chacota generalizada. Sua modernidade não foi compreendida e o próprio apelido de La Pedrera, dado à casa logo depois de inaugurada, revelou o desprezo pela mesma.

 

Foi construído no início dos anos 1900, era um projeto muito à frente de sua época e só com o passar do tempo foi reconhecido seu autêntico valor, mas, em 1984 foi listado como um Património Mundial da UNESCO, pela sua singularidade, valor artístico e património .

A fachada da Casa Milá está coberta com pedra calcária, com 33 balcões decorados em ferro forjado com formas que se assemelham a algas marinhas e o terraço é um autêntico jardim de esculturas.

 

preço: 22,50€

 

  • A Sagrada Família

 

img_0675 img_3379-2 img_3389-2 img_3399-2 img_3402-2 img_3410-2

A construção desta igreja começou no final do século 19, interrompida em 1926, quando Gaudi morreu, e  hoje é chamada de ” a obra inacabada de Gaudí). Dizem que poderia levar mais um quarto de século para ser concluído. Nós não entramos na igreja, a fila estava enorme e os ingressos esgotados, mas ficamos simplesmente maravilhados com a sua singularidade e detalhe do exterior. Os preços dos ingressos começam em 15 € com visita livre. A dica é: compre os ingressos antecipados se você não quiser ficar horas na fila ou talvez nem entrar, de maio a Setembro a cidade fica ainda mais cheia de turistas e as filas assustadoras.

 

  • Montjuic e a fonte Mágica

 

img_3470-2  img_0514 img_0721 img_0730 img_0768 img_0769 img_0775 img_3478-2 img_0740 img_3479-2

Um dos lugares que não pode ficar fora do roteiro em Barcelona é o Parc de Montjuic. Ele fica em uma montanha no meio da cidade e seu nome significa montanha dos judeus, em catalão. A região é consideravelmente grande e está repleta de atrações, para chegar lá basta pegar o metro e descer na estação Espanya (L1 vermelha, L3 verde ou L8 rosa) e subir pela Av. Reina Maria Cristina, e seguir em direção do MNAC (Museu Nacional de Arte da Catalunha), uma grande galeria cheia de peças de arte, entre pinturas, esculturas, etc. O valor de entrada é de 12 euros. Se você não quiser entrar no museu, por menos aprecie a arquitetura. A construção é enorme, não tem como não reparar.

Em frente ao MNAC está a Av. Reina Maria Cristina, com duas construções que chamam atenção. Uma delas são quatro colunas em estilo grego que representam uma bandeira da Catalunha, a outra são duas torres cópias do campanário da Praça de São Marcos, em Veneza.

img_0508 img_2943

Para fechar o dia, assistir ao show da Fonte mágica, um show de luzes, água e música. Para a Exposição Internacional de 1929, uma grande fonte foi construída na avenida que, partindo da Plaça Espanya, sobe até o Palau Nacional. O termo Font mágica (fonte mágica) descreve o espetáculo de música e luz, coordenados com o movimento dos jatos de água, que tem lugar nessa fonte no final do dia, depois que o sol já se escondeu.A Font mágica é uma das atrações turísticas mais populares de Barcelona, atraindo muitas pessoas de diferentes idades para o espetáculo. Os movimentos dos jatos de água, que tem mais de 50 variações, vão se alternando de acordo com a música e as mudanças de cores, criando um show verdadeiramente mágico que encanta a todos que o presenciam. Preste atenção aos horários, pois eles variam conforme a época do ano.


  • de novembro a março o espetáculo acontece às sextas e sábados, entre as 19:00h e 20:30h. A fonte costuma fechar para manutenção em janeiro e fevereiro.
  • de abril a maio o espetáculo acontece às sextas e sábados, entre as 21:00h e 22:30h.
  • de junho a agosto o espetáculo acontece às quintas, sextas, sábados e domingos, entre as 21:30h e 23:00h.
  • de setembro a outubro o espetáculo acontece às sextas e sábados, entre as 21:00h e 22:30h.

A sequência de música, luz e movimentos de água se repete várias vezes, durante o período de funcionamento da Font mágica. Não é necessário chegar logo no começo do espetáculo, como também não é necessário ficar até o final do show.

 

  • Bairro Gótico (Gothic Quarter) e a  Cathedral de Barcelona

 

img_3638-2 img_3653-2 img_3658-2 img_3668-2

img_3630-2 img_3621-2

 

O Bairro Gótico é o centro da antiga cidade de Barcelona que se estende de Las Ramblas para Via Laietana. É uma área fascinante para passear e admirar sua arquitetura, como muitos dos edifícios remontam aos tempos medievais. Não perca uma visita a linda catedral de Barcelona do século 14, localizado no Bairro Gótico, nomeada oficialmente Catedral de Santa Cruz e Santa Eulália, mas mais comumente conhecida como a Catedral de Barcelona, esta igreja tem um monte de história! 

 

  • Parc del Ciutadella e Arco do Triunfo

 

img_3732-2 img_3765-2 img_3771-2 img_3780-2 img_3784-2 img_3786-2

Há literalmente um parque em Barcelona para cada tipo de gosto e ocasião, cada um possuindo uma personalidade única e oferecendo uma experiência distinta. No entanto, quando você está procurando um lugar para relaxar ou simplesmente para passear ou admirar mais uma das obras de Gaudí.

Em 1712, Barcelona caiu nas mãos do exército do rei Philips V durante a guerra da sucessão espanhola. O rei Bourbon construiu a maior fortaleza da Europa, “Ciutadella”, para manter o controle sobre Barcelona. O bairro de Ribera foi quase todo demolido e 30 anos mais tarde, o bairro foi reconstruído como “Barceloneta”.

Entre 1869 e 1878, o símbolo do governo central foi demolido quando a cidadela foi entregue à cidade, e infelizmente, apenas três edifícios sobreviveram a guerra: o palácio do governador, a capela e o arsenal. A partir de 1872, começou a transformar a área em um parque urbano central e muitos edifícios foram construídos, por exemplo “Castel dels Tres Dragons”(castelo dos três dragões) foi construído para ser o restaurante da Exposição Universal. É obra do arquiteto modernista Lluís Domènech i Montaner.

O lugar perfeito para a paz e relaxamento e desfrutar da bela natureza. Também é possível tomar um barco e fazer um passeio pelo lago. O parque também conta com um arco de triunfo, uma cachoeira, uma fonte, uma réplica em tamanho natural de um Mamute, várias espécies de plantas, e vários outros monumentos.

Parte de seus encantos reside em sua cascata ornamental e lago artificial, um dos lugares mais bonitos do parque é o pequeno lago e sua fonte monumental, nesse monumento trabalharam os melhores escultores da época, por Josep Fontsère e seu aluno Antoni Gaudí, com base na Fonte de Trevi em Roma.

 

 

  • Barceloneta (praia)

 

img_3802-2 img_3817-2 img_3824-2 img_0917 img_0918 img_3788-2

Pegue uma praia, ou pelo menos dê uma volta à beira-mar, saindo da estátua do Colón (no final das Ramblas). Passeie pelo Port Vell, coma umas tapitas em um dos botecos da Barceloneta.

Essa região era originalmente um lugar de pescadores, uma região mais simples e até um pouco deteriorada no passado, mas foi revigorada durante as Olimpíadas de 1992.

Hoje é uma área bonita, com praia de areias finas e brancas contrastando com azul intenso do mar Mediterrâneo. Afastando-se da praia, as ruas são estreitas, os prédios tem aparência mais velha,mas, apesar de feia, não é uma região perigosa. Como fomos na segunda semana de setembro a praia estava completamente vazia, mas as praias são cheias no verão.

 

  • Las Ramplas, La Boqueria e Plaça Reial

 

 img_3689-2 img_3869-2 img_2985 img_3694-2  img_3700-2 img_3701-2 img_0889 img_3849-2 img_3867-2 img_3857-2

img_3858-2

Las Ramblas está no coração da cidade! Você simplesmente não pode visitar Barcelona sem fazer uma visita pela rua mais popular e movimentada da cidade. Ir às compras, desfrutar de uma refeição (Paella, tapas ,beber um copo de sangria ou dois), e ver as pessoas passarem. Haaa, e geralmente tem artistas de rua para alegrar ainda mais o passeio.

La Boqueria

Um mercado de frutas, legumes, verduras, peixes, e bastante variedade de comidas, com uma entrada fora de Las Ramblas é um ótimo lugar para comer um lanche ou uma refeição, ou se você for lá cheio ou quebrado, é um ótimo lugar para tirar fotos!

 

  • Camp Nou ( Estádio de futebol)

 

img_3543-2 img_3563-2 img_2848 img_2849 img_2855 img_2879 img_2904

Existem muitos F.C. Barcelona fãs de todo o mundo que visitam Barcelona só para assistir um jogo ou mesmo, apenas para uma visita a Camp Nou e seu museu. As estações mais próximas são: Palau Reial ou estação Les Corts. Se você gostaria de assistir um jogo do F.C. Barcelona, a melhor coisa a fazer é checar a programação dos jogos com antecedência, e planejar a sua visita a Barcelona em torno da data dos jogos assim como nós fizemos, chegamos as datas dos jogos e depois compramos as passagens.

 

Assista o nosso vídeo e apaixone ainda mais por Barcelona!

 

Melhor maneira de se locomover pela cidade

A melhor maneira de conhecer a cidade é por transporte público e nós usamos o ônibus e metro!

Para usar o metro, basta comprar o bilhete em alguma das maquininhas ou nos guichês das estações. Depois, coloque o bilhete na catraca, confira no mapa a direção do trem que você precisa pegar e siga para a plataforma correspondente. O bilhete de metro também vale para ônibus.

Qual passe comprar?

O passe de uma viagem custa 2,15 euros, o passe T-10 custa 9,90 euros e pode ser usado por mais de uma pessoa, enquanto que os passes de mais de um dia Hola BCN custam:


Passe de 2 dias Hola BCN = 14 euros
Passe de 3 dias Hola BCN = 20,50 euros
Passe de 4 dias Hola BCN = 26,50 euros
Passe de 5 dias Hola BCN = 32 euros

A rede do metro de Barcelona chega a todos os lugares de interesse turístico da cidade. Apesar da grande quantidade de linhas interligadas, é um metro fácil de entender, além de contar com ótima sinalização.

Barcelona é uma cidade fascinante, comida deliciosa, arquitetura única e uma vibração eclética!

 

Outros lugares que não visitei, mas recomendo para quem poder ir: 

  • Montanha do Tibidabo
  • Mosteiro de Montserrat

5 obras de Gaudí imperdíveis em Barcelona

By | Tópicos recentes | No Comments

img_3402-2

 

Barcelona praticamente respira Gaudí, existem várias obras dele pela cidade, mesmo que você não saiba nada sobre arquitetura ou Gaudí, quando você anda pelas ruas de Barcelona você intuitivamente será capaz de identificar um edifício de Gaudí – eles são inconfundíveis. Então, se você está interessado em conhecer uma Barcelona diferenciada, irei apresentar 5 edifícios que visitei, as obras mais importantes projetado por Gaudí:

 

Mas antes assista o vídeo completo de Barcelona:

 

La Sagrada família

img_3404-2  barcelona sagrada-familia   img_3391-2
Esta é a obra mais famosa de Gaudí. Esta igreja está em construção desde 1892, e não se espera que seja terminada até 2030. A igreja apresenta uma excelente descrição da relação entre o homem, a natureza e a religião através de sua arquitetura. Escalar uma de suas torres lhe dará uma visão única de Barcelona.

 

Parc Güell

img_3310-2 img_3314-2 img_3337-2 img_3359-2 img_0654 img_3245-2

img_3262-2 img_3249-2
Parc Güell foi construído entre 1900 e 1914 e hoje faz parte do Património Mundial da UNESCO. Este é um complexo de jardim que abriga uma série de edifícios de designe dinâmico, incluindo a casa de Gaudí. A maioria dos edifícios tem o “trencadis” (superfícies cobertas com peças cerâmicas irregulares) que é característico de Gaudí e Art Nouveau. O salão com colunas e o terraço com formas serpentinas são os locais mais famosos deste parque. Este parque é o lugar perfeito para dar um passeio tranquilo enquanto aprecia a natureza e olhando a arte de Gaudí.

 

Casa Batlló

img_3017 img_3036 img_3094 img_3067
A Casa Batlló é o resultado de uma restauração total em 1904 de uma casa antiga convencional construída em 1877. Gaudí usou para ele os elementos construtivos típicos do Modernismo que incluem cerâmica, pedra e ferro forjado. Embora tenha sido altamente criticado pela cidade durante a construção devido ao seu projeto radical que quebrou todos os estatutos da cidade, em 1906 a Câmara Municipal de Barcelona concedeu-lhe o reconhecimento de ser um dos três melhores edifícios do ano.

 

 

La Pedrera

img_3107 img_3115 img_3144 img_3145
Este é um dos principais edifícios residenciais de Gaudí e uma das casas mais imaginativas da história da arquitetura. Este edifício é mais escultura do que um edifício. A fachada é uma massa variada e harmoniosa de pedra ondulante que, juntamente com as suas varandas de ferro forjadas, explora as irregularidades do mundo natural. A UNESCO reconheceu este edifício como Património Mundial em 1984.

 

 

Fonte da Cascada no Parque da Ciutadella

img_3764-2 img_3765-2 img_3766-2img_0903

A Cascada foi desenhada por Josep Fontseré em 1881, especificamente para a exposição universal em 1888, com o jovem Gaudí como assistente. A inspiração para a Cascada foi a famosa Fonte de Trevi em Roma, Itália. A fonte está localizado no parque mais famoso de Barcelona – Parque de la Ciutadella.

Como você pode ver, a arquitetura de Gaudí está cheia de características incomuns e inesperadas que não são vistas em outros edifícios, muito menos em outras cidades do mundo. Não é nenhuma surpresa porque as obras deste arquiteto fazem de Barcelona um dos mais procurados  destinos turísticos, que sem dúvida deixará você bem impressionado também!

Dicas de Zakynthos – Grécia – 24 horas no paraíso

By | Tópicos recentes | No Comments

Quando pensamos nas ilhas gregas, as primeiras que vem na cabeça é Mykonos, famosa pelas festas ou Santorini com suas casas brancas empoleiradas ao longo da caldeira. Mas Zakynthos vem ganhando gosto pelos turistas e sendo cada vez mais visitada, e isso graças a lindíssima praia “Navagio”.

IMG_0454

A bela ilha grega, Zante ou Zakynthos, fica localizada na costa oeste da Grécia. Esta ilha é a terceira maior das ilhas Jônicas, tanto em área quanto em população. As ilhas Jônicas são menos conhecidas que as famosas Ilhas Cíclades, das quais se destacam Mykonos e Santorini, mas se tratando de beleza natural são ainda mais bonitas, com suas montanhas cobertas de ciprestes e águas verde-esmeralda, Zakynthos tem de tudo, desde praias ensolaradas, paisagens naturais, aldeias pitorescas, cidades movimentadas, museus, monumentos e templos históricos, Zakynthos supera as expectativas até dos turistas mais exigentes.

Mas, para ver tudo isso você precisa no mínimo de 3 à 7 dias, e eu só tive 24hr para explorar e conhecer um pouco do que a ilha tem para oferecer.  

IMG_0206

Como chegar em Zakynthos

A melhor maneira de chegar em Zakynthos (Zante) é de avião.

Reservei nosso vôo de Mykonos para Zakynthos pela Aegean Airlines 137€ pp, na verdade foram 2 vôos ( de Mykonos para Atenas e de Atenas para Zakynthos).

(O vôo saiu de Mykonos 23:10 e chegou em Atenas 23:50, isso mesmo apenas 40min de vôo).

Os vôos de uma ilha para a outra são bem rápidos, pena era não ter vôos direto de Mykonos para Zakynthos, tivemos que passar a noite no aeroporto, porque o próximo vôo era às 5:30 da manhã, mas foi tranquilo, afinal, férias é férias!

(O vôo de Atenas para Zakynthos saiu às 5:30 e chegou 6:25, foram apenas 55 minutos no ar).

IMG_0317

Chegamos em Zakynthos, o que fazer?

A primeira coisa que você deve ter em mente é que a ilha não oferece bons serviços de transporte Público, começando pelo aeroporto, não existe ônibus do aeroporto para o centro da cidade, apenas taxi, o preço é até razoável, do aeroporto até o centro da cidade pagamos 17€, 15min de viagem.

Como se locomover pela ilha

A melhor maneira de conhecer a ilha é de carro, alugamos nooso carro no porto central de Zakynthos por 50€ por 1 dia, é útil ter um GPS ou usar seu telefone celular para o app do Google Maps. Nós usamos o Google maps ( uma dica: se você não quiser gastar muito dinheiro com  seu roaming, é simples, você conecta o Wifi, geralmente tem Wifi por todos lados, cafés, restaurantes, e coloca no Google maps o endereço ou nome do lugar que queira ir, depois que já tiver a direção pode desligar o wifi que o mapa ja estará salvo mesmo você estando offline).

IMG_0162

Navagio Beach ou Shipwreck

Leia neste post Como chegar na praia Navagio e no Mirante

Navagio é muitas vezes referida como a praia Shipwreck ou simplesmente “O Naufrágio”, muitos acreditam ter sido o naufrágio de um navio chamado Panagiotis, um navio de contrabandistas.

Navagio é considerada uma das praias mais lindas da Europa e está localizada perto da pequena cidade de Anafonitria, na costa noroeste da ilha de Zakynthos. A área é definida por suas falésias calcárias, praias de pedrinhas brancas e águas cristalinas com um tom de azul indescritível.

 

Assista também o vídeo da nossa viagem pela ilha!!!

Cameo Island

Cameo é uma pequena ilhota privada ao lado do porto de Agios Sostis. No passado, costumava ser parte do continente, mas depois de um terremoto se separou como um pequeno pedaço de terra no mar. Cameo está ligado com a praia através de uma ponte de madeira. Depois de passar a ponte, você verá um portão onde é cobrado uma taxa de entrada (€ 5 por pessoa) para que possa visitar o ilhéu e a sua pequena praia, com bar de praia. A taxa de entrada inclui uma bebida no bar e utilização gratuita de espreguiçadeiras. O bar da praia é chamado Cameo Beach Club, é pequeno, mas popular.

IMG_0272 IMG_0256IMG_0274 mirelle tome

Durante o dia, a ilha está sempre cheia de turistas, famílias tomando sol à beira mar. À noite, a ilha se transforma em uma festa na praia muito popular com música e um show de luzes para acompanhar as batidas. Sua característica distintiva é a corda com pano branco pendurado acima da praia. Nos últimos anos Cameo se tornou um destino de luxo popular para cerimônias e festas de casamentos.

 

 

Marathonisi Island ( ilha da tartaruga) e a tartaruga marinha Caretta-caretta

 

 

marathonissi

foto da internet

Nós não tivemos tempo para ir até lá, admiramos só de longe, mas caso tenham tempo não deixe esse passeio fora do seu roteiro!

Marathonisi fica poucos minutos da extremidade da baía de Laganas que é famosa pelas belas praias de areia dourada e as tartarugas cabeçuda ou Caretta Caretta, mas para chegar até lá é preciso alugar um barco ou pegar um taxi boat( você pegar um taxi a partir do porto Agios Sostis em Laganas, por €10pp ida e volta).

A ilha da tartaruga

 

A ilha da tartaruga ganhou esse nome por ter um formato de tartaruga de longe e é a casa das tartarugas ”Caretta-caretta” (tartaruga cabeçuda) , é uma espécie em extinção, mas ainda pode ser visto nas águas por aqui, a ilha é um dos poucos lugares de acasalamento e desovas.

foto da internet

Melhor época para visitar: junho, julho e agosto, quando as tartarugas migram para a baía para colocar seus ovos na praia.

Onde se hospedar?

Minha maior dúvida foi essa, qual o melhor local para nos hospedarmos, depois de algumas pesquisas cheguei a conclusão que Alykanas seria o ideal, perto de Navagio, do porto Ag. Nikolaos e de Zakynthos Town!

zakynthos-map (1)

Nós nos hospedamos no Tassos & Marios Studios Apartments, a escolha do hotel foi por 3 razões: Local, preço e conforto. O hotel é na verdade apartamentos, e achei bem equipado, com cozinha grande, banheiro, e estacionamento. Os donos foram bem simpáticos, nos sentimos em casa, além de ótimos preços.

03 05 08

Para fazer a reserva é só entrar no site Tassos & Marios Studios Apartments, eles tem apartamentos em Laganas também. Laganas é uma região coladinha com o aeroporto que atrai muitos jovens pela sua infinidade de festas. São basicamente duas ruas principais, cheias de hotéis / studios, locadoras de carros e quadriciclos, bares e restaurantes. Já Alykanas é um distrito bem calmo em Zakynthos, sem tantas opções de restaurantes e pouco transporte publico. A vida noturna é bem calma e praticamente não há o que fazer de noite, mas muitos turistas ficam lá por ser próxima ao norte da ilha, onde tem a famosa Navagio Beach.

 

IMG_0160 IMG_0311 IMG_8499 IMG_8511

IMG_0250 IMG_0211

Quantos dias ficar? E qual melhor época?

Eu particularmente fiquei impressionada pela sua natureza, incluindo Navagio, as cavernas azuis, Keri Caves, as praias escondidas, a culinária local, como azeite de oliva, vinhos locais e queijos gregos, enfim, se eu pudesse, ficaria no mínimo 3 dias na ilha, ou no máximo 6 para explorar cada cantinho da ilha.

A melhor época é de junho a Setembro, mas se puderem evitem julho e agosto, são meses de alta temporada, e tudo fica mais caro e mais lotado!

Portofino um charme italiano na costa da Ligúria – Itália

By | Tópicos recentes | 4 Comments

Eu poderia descrever Portofino com apenas esta frase:

Portofino é simplesmente encantador!!!! ( Dizem que é um dos lugares mais fotografados do mundo!)

IMG_7829_Fotor

Portofino é um belo local relaxante e cheio de magia.

Portofino é uma linda vila ao longo da Riviera da Ligúria, considerada por muitos uma das oito maravilhas do mundo. É uma cidade pequena com mais ou menos 500 moradores no meio de uma pequena baía que se tornou famosa no mundo todo. Portofino, é uma vila de pescadores, com casas coloridas e  cenários paradisíacos de frente para um porto com água verde cristalina, que tornou-se muito famoso pela sua “Dolce Vita”; na verdade, muitos atores, atrizes, estrelas pop e nobres ricos começaram a frequentá-la para admirar seu lindo pôr- do- sol, as vistas deslumbrantes e festas exclusivas.

IMG_7886_Fotor

IMG_7888_Fotor

IMG_7926_Fotor

IMG_7911_Fotor

IMG_7902_Fotor

IMG_7899_Fotor

IMG_7887_Fotor

Portofino é minúsculo e é possível ver tudo por lá em uma manhã ou uma tarde curta. Você pode chegar de ônibus (de Santa Margherita, Rapallo ou Camogli), de barco ou de carro. Eu sugiro que você chegue a Portofino usando a estrada panorâmica estreita ao longo da costa de Santa Margherita Ligure, para apreciar a vista da baía! E já vou avisando: a estrada é estreita e cheia de curvas. Logo na entrada da cidade a gente dá de cara com um estacionamento (Autoparcheggio di Portofino) subterrâneo. Fácil e prático, mas um pouquinho caro (6€ por hora). Para os amantes de trekking, há a possibilidade de chegar Portofino atravessando a montanha através de uma trilha a partir de Camogli / San Fruttuoso e que irá levá-lo até a vila.

IMG_7778_Fotor

IMG_7781_Fotor

IMG_7860_Fotor

IMG_7812

Graças a um clima tipicamente mediterrânico e a beleza das suas paisagens, Portofino tem sido um destino turístico de excelência ao longo de décadas. Os turistas têm a possibilidade de escolher entre diferentes categorias de hotéis para ficar, e lojas de todos os tipos para fazer compras.

Assista o vídeo ➡️

A via Roma, te levará à famosa Piazzetta, um pequeno quadrado sempre cheio de pessoas, basicamente onde chegam os turistas, ao redor da praça há lojas, boutiques e restaurantes.
No topo de uma rocha, há a Chiesa di San Giorgio, reconstruído depois da última guerra. O original foi construído em 1154. Dentro, você vai encontrar relíquias de St. George, trazidos pelos marinheiros da época. A abadia de Saint George pode ser alcançado por footpath da Piazzetta. Eu recomendo que você continue o caminho para a Castello Brown, a partir daqui a vista é de tirar o fôlego! O castelo é cercado por um jardim mediterrânico cheio de flores, rosas e pérgulas. A fortaleza foi construída durante o período medieval como uma estrutura militar. Fortalecido por Napoleão, que, em seguida, tornou-se a residência do cônsul Inglês, Montague Yeats Brown. Hoje, o castelo é propriedade do Município de Portofino e é usado para exposições.

800px-Chiesa_San_Giorgio-Portofino

IMG_7865_Fotor

IMG_7828_Fotor

IMG_7885_Fotor

IMG_7912_Fotor

IMG_7875

Se visitar Portofino durante o verão, você pode tomar sol na praia de Paraggi, uma pequena baía cercada por montanhas. A praia de Paraggi também é um ótimo lugar para os amantes do mergulho, o fundo do mar é rico em corais e os destroços se um cargueiro 1917 podem ser exploradas, uma”jóia” com água cristalina e também visitar a fortaleza “Castello Bonomi”. Uma vez em Portofino você também pode tirar proveito de um passeio de barco pela costa e descobrir outras cidades por perto.  

portofino_cnt_24nov09_iStock_

paraggi-beach

hotel-argentina-paraggi-portofino-6.aspx

AEROPORTO PRÓXIMO DE PORTOFINO >>> O aeroporto mais próximo é Gênova,  45 km de Portofino.

O melhor período para visitar Portofino é de abril a Setembro. Na época alta (Julho e Agosto), Portofino pode ficar muito lotado e pode ser difícil encontrar um espaço de estacionamento.

Se tiverem tempo, sugiro visitar Cique Terre, que fica à 1h de Moterosso Al Mare ( a primeira vila para quem vai de Portofino). Todas a dicas neste post >>> Um giro por Cinque Terre 

 

Assista também o nosso vídeo >>>

Um giro por Cinque Terre – Ligúria – Itália

By | Tópicos recentes | 8 Comments

Quando eu vi as fotos da região de Ligúria, não tive dúvidas, que era lá, que eu iria nas minhas próximas férias, e para todos que eu comentava que estava indo pra lá, diziam apenas uma coisa ” você vai adorar, é muito lindo”! E com certeza é mesmo, adorei!!!

A Ligúria é uma das vinte regiões Italianas, situada no noroeste da península do Mar da Ligúria, o seu terreno é predominantemente montanhoso, e está bem junto à costa, suas colinas criam falésias que proporcionam vistas magníficas sobre o mar. A Ligúria encontra- se dividida em quatro províncias : Génova, La Spezia, Savona e Imperia. A maior cidade no leste da Ligúria é La Spezia e é nesta província que encontramos as cinco cidades marítimas conhecidas como Cinque Terre.

Assista o nosso vídeo ➡️

Cada cidade em Cinque Terre tem a sua própria personalidade, cada uma com um charme e belezas únicas. Cinque Terre contém um trecho de 18 km de costa recortada ao norte de La Spezia, na Riviera italiana. O nome traduz em “cinco terras”, que remete para as aldeias de pescadores um cartão-postal que se agarram às falésias e estão ligados entre si por uma linha ferroviária e uma rede de trilhas para caminhadas.

Cinque Terre é o nome de um distrito que abrange cinco cidades gloriosas, onde as casas coloridas são cercados por uma natureza exuberante. A Beleza fascinante destes cinco vilarejos vem atraindo turistas do mundo todo, estas cinco maravilhas são ligadas por uma curta distância umas das outras, elas são Monterosso al Mare, Vernazza, Corniglia, Manarola e Riomaggiore. O ponto de partida para acessar as cidades podem ser La Spezia e Portovenero.

cinque-terre-map

O enquadramento paisagístico destas cidades constitui um dos mais belos cenários da Itália, contendo preciosas obras de arte, desde espécies de plantas a tradições culturais, rurais e marítimas que, pela sua natureza especial, foram declaradas Patrimônio Mundial pela Unesco em 1997.

Nosso giro por Cique Terre teve início em Riomaggiore, onde durmimos por 2 noites, confesso que quando chegamos lá, ja fiquei cansada so de olhar as subidas e descidas pelas ruas, ( é proibido circular de carro pela cidade) prepare as pernas, são centenas de degraus, corredores estreitos, mas com uma beleza incomparável.

Visitamos todas as vilas em um só dia!!!

Riomaggiore

IMG_8012 IMG_8011 IMG_7990 IMG_7982 IMG_7970 IMG_7975 IMG_7973  12966013_10209235335665791_1254879715_n IMG_7974   IMG_8014IMG_8028

 

Riomaggiore é uma das aldeias mais coloridas e belas de toda a Itália. Suas casas brilhantes oscilam sobre o lado de uma colina com vista para as águas azuis-esverdeadas do Golfo de Genova. A rua principal se chama Via Colombo e é repleta de restaurantes, mercados de frutas, gelaterias e cafés em direção ao mar. Riomaggiore é a cidade mais próxima de La Spezia, e a cidade em seguida é Manarola que fica aproximadamente 1km de distância, vimos vários turistas fazendo trilhas que liga uma vila na outra, entre Riomaggiore e Manarola existe uma ampla passarela conhecida como a Via dell’Amore (Caminho do Amor). Há bancos ao longo da Via dell’Amore onde se pode sentar e apreciar a vista, este não é o caso nas trilhas que ligam as outras aldeias.

 

Manarola

IMG_8044

IMG_8053

IMG_8054

IMG_8056

IMG_8059

IMG_8081

IMG_8082

IMG_8084

IMG_8087

 12921030_10209235335585789_1311224630_n

Manarola é cidade a segunda vila depois de Riomaggiore, que também é uma graça, e mais uma vez prepare as perninhas para descer a ladeira até o mar, e para obter vistas panorâmicas da vila, vá até o caminho que serpenteia ao longo do lado direito do penhasco.

 

Corniglia

IMG_8097 IMG_8103 IMG_8105 IMG_8110 IMG_8121 IMG_8127 IMG_8098 IMG_8115 IMG_7962

Corniglia é a cidade do meio e está situado no topo de uma colina e é a única vila sem acesso direto ao mar, e não é tão fácil chegar a como nas outras, da estação de trem até a cidade é necessário  tomar um ônibus para chegar até lá ou se estiver bastante animado e com muita energia pode ir a pé e subir 360 degraus de escadas até a vila! (Eu recomendo pegar o ônibus :), para quem vai de trem já esta incluso o ticket do ônibus. A rua principal – Via Fieschi – você encontra restaurantes e pequenas lojas que vendem cerâmica e pinturas. No final dela, você vai chegar a Santa Maria Belvedere, um mirante com uma vista fantástica que permitirá que você ver Monterosso e Riomaggiore.

Vernazza

IMG_8137 IMG_8186 IMG_6659 IMG_8194  IMG_8203 IMG_6599 IMG_6619 IMG_6631 IMG_6636 IMG_8188

 

Vernazza é minha cidade favorita.

Para começar, a estação ferroviária está no centro da cidade que torna a vida muito mais fácil. Siga a rua principal da estação até a Piazza Marconi, a praça principal do vilarejo onde está localizado os principais restaurantes. A principal coisa que eu amei sobre esta cidade embora a área do porto foi absolutamente belo, foi a vista panorâmica, que é de tirar o fôlego, mas para tê-la, tem que subir umas escadarias, que não são para gente mole não,(rsrs), mas vale a pena. Siga as indicações para o caminho de Monterosso e logo terá uma das vistas mais deslumbrante de Cinque Terre. “O cartão postal de Cinque Terre”.

 

Monterosso al Mare

 

IMG_8206 IMG_8210 IMG_8214 IMG_8222  IMG_8230IMG_8209

Monterosso al Mare é a última cidade para quem vai de La Spezia ou a primeira  se você estiver indo para Cinque Terre do norte. Monterosso é a maior e mais comercial das cinco vilas e também tem o maior número de hotéis. Monterosso é dividido em 2 partes, ligados por um túnel. O trajeto de caminhada emerge na parte antiga da cidade, enquanto a estação ferroviária está na parte nova. Depois de um dia inteiro de caminhadas, aqui é o lugar perfeito para um merecido descanso na praia, antes de entrar no trem de volta para La Spezia.

 

As trilhas que ligam as vilas de Cinque Terre são justamente famosa. Na verdade, nosso livro de guia diz que é basicamente uma vergonha ir para Cinque Terre e não fazer uma das trilhas, imagino que deve ser mesmo muito lindo as paisagens pela trilha, mas, devo confessar que não fomos capazes de fazer isso. A caminhada dentro das cidades foi suficiente para um bom exercício para as pernas.

 

Comidas, vinhos, gelatos e mais comidas

Prepare para voltar com uns 3kg a mais :). A comida italiana é fabulosa e em Cinque Terre não á exceção. Nós comemos excelentes pratos com frutos do mar, além de delicioso é barato ( os preços variam de 12€ á 25€ em restaurantes muito bons e recomendados. O vinho então, sem comentários, afinal estamos na terra do vinho, aproveite seu tempo pela região e deguste dos autênticos vinhos da região, ( uma garrafa pode custar até 15 euros no restaurante, de graçaaa, praticamente.

Oh gelato, como eu te amo! 

Impossivel ir até Cinque Terre e não experimentar os famosos gelatos, existem gelatarias espalhadas por todas as cidades, uma mais aperitiva que a outra, eu posso dizer que é parada obrigatória.

IMG_6593 IMG_6650 IMG_6697 IMG_8208

A melhor maneira para se locomover entre as cinco cidades

A melhor maneira de explorar Cinque Terre é a pé! Durante a caminhada ao longo das trilhas da montanha você terá lindas vistas. O caminho principal vai ao longo da costa e conecta todas as cinco aldeias em cerca de cinco horas de caminhada. Porém, o acesso mais fácil e rápido é por trem, através da linha ferroviária Gênova-La Spezia. “O ticket do dia custa 12€”, e para quem curte uma aventura, é possível fazer trilhas de bike também. Carros são proibidos de percorrer em Cinque Terre, para quem chega até uma das vilas de carro, como foi o nosso caso, tem que deixar o carro no estacionamento já na entrada da cidade que é pago, 25€ por 24h (somente os residentes podem estacionar nas ruas).

Faça um passeio de barco

Na primavera e no verão há ligações diárias de barco de La Spezia, Portovenere, Portofino e Lerici, com última parada em Monterosso (geralmente a partir de 01 de abril até a primeira semana de novembro).
A gama de preços é de acordo com o caminho que você escolher.

Info: www.navigazionegolfodeipoeti.it

 

Melhor época para visitar Cinque Terre

A melhor época para visitar Cinque Terre dependerá de sua preferência. A maioria dos viajantes, obviamente preferem visitar no verão para aproveitar o calor para nadar e relaxar na praia. Recomendo visitar tanto no final da primavera ou início do outono para evitar as multidões. Visitamos no final de março( no período da páscoa)  não estava quente o suficiente para nadar, mas o tempo estava super agradável para caminhar. Existem  possibilidades de chuva em Abril, Maio e Setembro, mas são os melhores meses para visitar Cinque Terre, com menos fluxo de turistas.

 

Alojamento:

Booking.com oferece economias em hotéis, apartamentos e vilas em 80.000 destinos no mundo inteiro. Você pode navegar nos comentários sobre o hotel e encontrar o melhor preço em hotéis para todos os orçamentos.

Para reservar acesse www.booking.com

Assista também o nosso vídeo

Ruins of Whitby Abbey Monastery. North Yorkshire, England

10 cidades mais bonitas da Inglaterra para visitar na páscoa

By | Tópicos recentes | No Comments

A  Inglaterra é o  maior país da Grã-Bretanha, e chama a atenção dos turistas do mundo todo pela sua  diversidade. São quase 900 quilômetros de uma linda costa contrastando com onduladas montanhas em seu interior, vilarejos medievais e cidades vibrantes e acolhedoras.

Vocês também podem gostar de Bibury uma das vilas mais charmosas da Inglaterra 

10 interessantes para visitar no Reino Unido

Seja qual for sua paixão, a Inglaterra tem de tudo para oferecer. Cada região do país carrega suas próprias características sem perder a personalidade acolhedora e vibrante. As místicas pedras pré-históricas de Stonehenge, os cenários deslumbrantes dos campos e vilas de Cotswolds, os magníficos parques nacionais combinados com as cidades medievais como York e Durham, a agitada Manchester, mundialmente famosa por ser o berço do futebol e é claro a famosa Liverpool, terra dos Beatles. O condado da Cornualha é uma das regiões visualmente mais bonitas de toda a ilha, o vilarejo medieval preservado com muitas áreas verdes, mar azul cintilante, encosta de rochas e charmosas vilas de pescadores que recebem com muito bom humor os viajantes que se encantam com tanta beleza. Explorar a Inglaterra pode ser uma aventura maravilhosa para toda família. É muito prático alugar carro, o mesmo viajar de ônibus ou trem, o país possui uma das redes ferroviárias mais completas do mundo, logo, é a maneira mais fácil de viajar pelo país.

1.Cambridge

Cambridge é uma cidade encantadora localizada ao norte de Londres. É menor e mais bonita que Oxford, e é o lar de uma das melhores universidades do mundo, a Universidade de Cambridge, a cidade tem todas as opções culturais e de entretenimento que você pode esperar de uma cidade universitária. The King’s College Chapel  situado junto ao Rio Cam, é considerado um excelente exemplo da arquitetura gótica perpendicular e é um dos pontos turísticos mais visitados da cidade. Recomendo um passeio de Punt( tipo Gondola) pelo rio Cam.

2.Bath

large
Bath está localizada a apenas 160 km de Londres, é considerada a cidade mais bonita da Inglaterra e dos lugares mais visitados nos arredores da capital Londrina. A cidade tem um passado riquíssimo e foi palco de acontecimentos importantes na história da Inglaterra, além de ser Patrimônio Mundial da UNESCO em função de suas águas termais. A charmosa cidade fica apenas 1 hora e 20 minutos de Londres. Em estilo medieval, Bath é ideal para relaxar e desfrutar de SPA e tratamentos com águas térmicas. Para chegar basta sair de Londres da estação de Paddington e desembarcar na estação de Bath SPA, localizada no centro da cidade.

3.Oxford


Cidade universitária mais antiga do Reino Unido, Oxford detém, juntamente com a “rival” Cambridge, a estampa de excelência e pedigree acadêmicos tão apreciados pelos britânicos.
Edifícios históricos como o Christ Church, a Biblioteca Bodleian e o Museu Ashmolean são algumas das atrações locais. O melhor mesmo, no entanto, é pegar uma bicicleta e se perder pelas ruas estreitas da cidade, caminhar pelos antigos dormitórios universitários, passeie de barco no rio e visite o Museu Ashmolean, o primeiro especialmente construído da Inglaterra e inaugurado em 1683.

Distância de Londres: 100 quilômetros

4.Liverpool


Liverpool possui uma extensa área portuária, além de ser Patrimônio da Humanidade da UNESCO, mas é conhecida e procurada por ser a cidade dos Beatles, por isso, muitas pessoas vão até a cidade para visitar Beatles Story, uma espécie de museu que conta toda a trajetória da banda. A cidade fica a 346 quilômetros de Londres, de trem são 2 horas de viagem (se o trem for direto) ou de 2 horas e 30 minutos (se tiver conexão pelo caminho). Os trens partem de Londres da estação de Euston e chegam em Liverpool na estação de Lime Street.

5.Canterbury


Não muito distante de Londres fica esta cidade – pequena, é verdade, mas com 2 mil anos de história. Canterbury entrou para a lista de cidades patrimônio da Grã-Bretanha e teve sua catedral e abadía consideradas como patrimônios da humanidade pela UNESCO. Canterbury foi uma das primeiras sedes do cristianismo no Reino Unido, e em um período trágico de sua história, se tornou palco brutal de violência contra religiosos. O assassinato do arcebispo Thomas Becket, no ano de 1160, dentro da catedral, é um dos mais conhecidos e continua a atrair peregrinos de todos os cantos do mundo. Há muita história a ser descoberta durante sua visita à cidade, que também conta com uma boa estrutura turística, de lojinhas a restaurantes e cafés.

6.York

York é uma cidade murada, com um rico património localizado onde o rio Foss se encontra com o rio Ouse. Um número impressionante de atrações são embalados para o espaço desta cidade antiga. Um dos marcos da cidade é York Minster. Este comandando catedral de pedra é preenchido com obras de arte notável. York é uma das maiores zonas pedonais na Europa, o que significa se locomover sem transporte não é difícil.

7.Stratford-Upon-Avon

Stratford-Upon-Avon é a cidade onde Shakespeare nasceu e morou até o fim de sua vida. Por isso, quase todo o turismo da cidade gira em torno de Shakespeare, com tour nas casas que foram importantes em sua vida. A mais interessante é o local onde ele nasceu (Shakespeare’s Birthplace), e fica localizada bem no centro da cidade. O passeio pela casa é rápido, mas é interessante para entender o começo da vida dele.

 

8.Birmingham

Neil Horward-Birmingham

Conhecida como a primeira cidade do mundo a ter poder fabril durante a Revolução Industrial, Birmingham é hoje a segunda maior dentre as cidades da Inglaterra. Em termos musicais, este foi o berço de bandas como Led Zeppelin e Black Sabbath; a cidade é um excelente polo de compras e vida noturna; possui a maior biblioteca pública da Europa, um belíssimo Aquário (a partir de 12,50£) e, não menos importante, o condado… quer dizer, vilarejo de Sarehole, onde viveu J.R.R. Tolkien e serviu de inspiração para a Vila dos Hobbits.

9.Torquay

Cada canto da Inglaterra é uma bela paisagem adornada com um cenário natural espetacular e obras de arquitectura mais fino. Olhando para cada um desses destinos, encontrar a vila de Torquay, um local requintado nas costas da Inglaterra vai deixar você sem fôlego. Andando a costa do lado sul da Inglaterra, você encontrará a cativante e requintada cidade de Torquay, conhecido desde os tempos antigos como o Riviera Inglesa, localizado na bela região de Torbay, aconchego e charme são indescritíveis, o que faz Torquay um dos destinos turísticos mais procurados na Inglaterra; estar lá é como estar nas margens do Mediterrâneo.

10.Eastbourne

Eastbourne-beach-boat-665

Eastbourne é um dos mais importantes destinos de veraneio da Inglaterra. A cidade possui muitos dias de sol ao longo do ano e as chuvas são mais freqüentes no inverno. Possui várias praias e é cercada por colinas com uma beleza diferente das outras cidades inglesas. A cidade atrai vários turistas e estudantes principalmente pela sua segurança e variedade de atrações. O píer de Eastbourne foi construído no século XIX e até hoje é uma das principais atrações da cidade, com diversos bares, restaurantes, e hotéis.

Planejamento de viagem e informações úteis de Dubai

By | Tópicos recentes | 2 Comments

Dubai já se tornou uma das dez cidades mais visitadas do mundo, apesar de ser um destino turístico relativamente novo se comparado a outros destinos mais tradicionais. Considerada a cidade do futuro, Dubai representa tudo que há de mais moderno e sofisticado no planeta, com atrações como o prédio mais alto do mundo, um maravilhoso hotel “sete-estrelas” e ilhas artificiais gigantes em formato de palmeira.

mirelletome dubai IMG_4272 IMG_4872

A escolha dessa viagem foi do meu noivo Diego, eu tinha curiosidade em conhecer, mas ainda não estava na minha lista das favoritas, mas como era a semana do aniversário dele, ele teve prioridade na escolha :).

Quando pensamos em Dubai a primeira coisa que vem na cabeça que é muito caro, é claro, como em todos os lugares existem o caro e o não tão caro, eu mesmo quando estava pesquisando sobre Dubai, fiquei indignada com os preços, porque estava pesquisando nos lugares errados, principalmente as reservas das principais atrações turísticas, (uma dica: viator e tripadvisor, são sempre mais caros, compre direto do site dos lugares que queira visitar), e depois de várias pesquisas consegui preços bem mais em conta, e para nossa surpresa a viagem em geral ficou bem mais barata do que eu pensava, existem algumas atrações que são de graça, como, a dança das águas , as praias, admirar os arranhas céus, mas tem as que são pagas e não são tão caros, como, subir no The top do Burj Khalifa, fazer o safari no deserto, fazer um tour de ferry pela Dubai Marina, visitar o maior aquário do mundo, passear de gondola pelo Madint Jumeira Resort, e os considerados caros são os restaurantes do Burj al Arab , só pra ter o gostinho de entrar no hotel , já que os não hospedes só pode visitar a partir de uma reserva em um dos restaurantes. Veja neste post sobre as atrações turísticas e preços de cada uma.

dubai_h_2014

Comprando a passagem

Quando comecei a pesquisar sobre Dubai, a primeira coisa foi decidir o dia da viagem para comprar a passagem, ai começou as buscas por passagens baratas, pesquisei por vários sites, inclusive pacotes turísticos que incluem a passagem + hotel, mas não me convenceu muito, então comecei a procurar separadamente, usei o google flights para me ajudar a encontrar , preços , horários e o dia mais barato, bombaaaa, achei exatamente o que estava procurando, nossa passagem( a minha e a do Diego) ficou em 645£ pela Royal Brunei, Londres – Dubai , comprei com mais ou menos uns 2 meses de antecedência, (você pode ver neste post aqui, como comprar passagens baratas ).

Reservando o hotel

Em relação à hospedagem, Dubai oferece centenas de opções de hotéis. Há aqueles mais econômicos no centro da cidade e hotéis sofisticados em grandes complexos como Dubai Downtown ou a Dubai Marina, sem falar naqueles que são símbolos da cidade, como o Burj Al Arab e o Atlantis The Palm.

Nossa estadia em Dubai foram 6 dias do dia 10/10 a 17/10 , reservei o hotel pelo site www.booking.com, ( a maioria das reservas pelo booking você só paga no dia da estadia)  hospedamos no Premier inn, o hotel é classificado 3 estrelas, mas vai por mim, eu ficaria até em algum de 1 estrela, tendo um boa cama e chuveiro, já está ótimo, se dormimos 7 horas por noite foi muito, a cidade e tão incrível, que nem da vontade de dormir para aproveitar cada minuto.

  

Continuando sobre o hotel, reservei com 1 mês e 15 dias de antecedência,  ficamos 5 noites ,mas pagamos por 6 por uma falta de atenção no horário da volta. o voo de volta pra Londres era 1:55 no sábado, e na minha cabeça esse horário iria dar no domingo (lol), então nosso check out seria ao 12:00 na sexta feira e não no sábado( então essa noite de sexta para sábado ficou perdida) o preço da reserva era 293£ , mas sabe aquelas letras pequeninas que ninguém lê:

Imposto de 10 % não incluído(a)
AED 10 Taxa de turismo por diária não incluído(a)
Taxa de serviço de 10 % não incluído(a)

Essas letrinhas ai mesmo, era um monte de taxas que não estavam incluídas e no final pagamos 369£ , 76£ de taxas a mais , mas mesmo assim, passagem + hotel  ficou por  507£ pp, bem mais barato do que os outros pacotes que tinha encontrado em outros sites, eu escolhi o hotel pela localização , que fica na região de  Dubai Marina, o hotel ficava 20 min de carro de todas atrações turísticas, praias e shoppings.

 

Assista o vídeo completo >>>

 

dicas de bairros para se hospedar em Dubai

Bairros-Dubai
Outra duvida foi onde se hospedar? Separei aqui alguns bairros para você entender as regiões da cidade e escolher um hotel na área que se encaixa direitinho no seu bolso e nos seus planos de viagem.
Primeiro vamos falar da área histórica do emirado: Bur Dubai e Deira. Os dois bairros estão às margens do Dubai Creek – canal de águas marítimas que divide a zona histórica da cidade ao meio, e têm características semelhantes. São antigos e comerciais. Não espere pelos arranha-céus e o luxo da Dubai dos programas de TV e revistas de turismo.
Deira
O bairro tem “dupla personalidade”, uma mais antiga e outra mais moderna. A região próxima do mar, onde fica a curva do Dubai Creek, é mais tradicional e comercial. Aqui ficam os mercados antigos, como o Souk do Ouro e o Souk de Especiarias.
Bur Dubai
Bairro popular e bem comercial. Nele estão localizadas atrações turísticas como o Dubai Museum e vários mercados árabes (souks).
Bur Dubai não fica muito longe da parte famosa da cidade mas as diárias aqui são mais baratas do que na área moderna.
Sheikh Zayed Road
É a área de negócios de Dubai. A Sheik Zayed Road é a avenida principal na cidade e aqui nos referimos à parte próxima do Dubai Convention Centre e do DIFC, centro financeiro da cidade.
Os turistas também costumam se hospedar nessa área porque tem uma boa localização e a gente se sente naquela Dubai das revistas de turismo. Os hotéis aqui são mais baratos do que nos bairros mais turísticos.
Downtown Dubai
Se você for se hospedar aqui, prepare o bolso. É um dos metros quadrados mais caros do mundo e as diárias de hotel não ficam atrás. Por outro lado, ao ficar hospedado nessa região há uma grande chance de seu hotel ter vista para o todo-poderoso Burj Khalifa. Você também estará pertinho do Dubai Mall, o shopping imperdível de Dubai.
Al Barsha
É um bairro residencial, bastante habitado e bem agitado, tem uma porção de restaurantes e lojinhas. Hotéis bons, preços acessíveis e a proximidade da praia (Jumeirah Beach) fazem de Al Barsha um excelente bairro para se hospedar.
Jumeirah e Palm Jumeirah
Ficar hospedado na área costeira da cidade, a partir da região onde fica o Burj Al Arab, é só para quem pode! Na beira da praia de Jumeirah ficam os resorts de cair o queixo e esvaziar o bolso, como o Jumeirah Beach Hotel e o complexo Madinat Jumeirah (que são dois hotéis top de linha, Al Qasr e Mina A´Salam, e o charmoso mercado árabe Souk Madinat Jumeirah).
Na Palm Jumeirah – arquipélago artificial em forma de palmeira que é um dos principais pontos turísticos de Dubai – ficam vários hotéis e resorts de alto luxo (e preço) como o Jumeirah Zabeel Saray, o Anantara e o Sofitel. Aqui também fica o luxuoso Atlantis, que é um hotel resort ideal para famílias com crianças. Para casais em lua-de-mel é mais recomendado One & Only The Palm.
Dubai Marina
Aqui a palavra de ordem é badalação. The Walk, avenida na Dubai Marina, é um desfile deslumbrante de gente bonita e carros de luxo. A praia pública tem uma infraestrutura extremamente bem cuidada. Esse bairro é tudo de bom tanto para turistas como para moradores. Os ocidentais adoram morar neste bairro, a gente se sente como se estivesse em uma praia dos Estados Unidos ou Europa. Dubai Marina é um bairro novo, inaugurado em 2008, e tem aquela arquitetura super moderna característica de Dubai.

Sobre alugar carro

A melhor forma de aproveitar este roteiro é alugando um carro, pois este é o jeito mais prático de se deslocar pela cidade. Algumas atrações de Dubai são distantes umas das outras e com o carro você também pode aproveitar para visitar a cidade de Abu Dhabi.  Alugamos o carro pela rentalcars.com por 79£ pelos 6 dias, alugamos com um mês antes de viajar. Estava com muitas dúvidas sobre alugar carro , fiz várias pesquisas , perguntei  pessoas que moram lá, que me ajudaram muito. Dirigir em Dubai não é tão difícil, mas por ser uma cidade bem planejada , suas grandes rodovias tem de 6 a 8 faixas em  cada sentido, mas se você tiver um gps é claro que fica bem mais fácil, nos só colocamos o nome do ponto de interesse e já nos dava a direção, sem precisar do endereço, e a maioria dos estacionamentos são de graça, Apesar do idioma oficial dos Emirados ser o árabe, as placas de trânsito são todas bilingues e apresentam informações tanto na escrita árabe quanto em inglês. As ruas de Dubai e Abu Dhabi são bem sinalizadas.

&MaxW=640&imageVersion=default&AR-140929269

Para quem vai utilizar o transporte público para circular pela cidade, Dubai possui uma rede de metrô bem extensa que atinge muitos pontos turísticos, incluindo grandes shoppings. Para visitar os locais onde o metrô não alcança, o mais recomendável é pegar um táxi partindo da estação de metrô mais próxima, Os taxis em Dubai são bem baratos…

Sobre o visto

Os Brasileiros precisam de visto para entrar em Dubai ou em qualquer outro território dos Emirados Árabes Unidos (EAU).
Existem diversos tipos de visto, que variam conforme o propósito da visita, duração da estadia, se tem Dubai como destino final ou apenas de passagem, qual companhia aérea será usada, entre outros fatores. Algumas companhias aéreas como Emirates, oferece o serviço de visto aos seus clientes, que pode ser feito diretamente no site da companhia. Basta acessar a área da reserva e fazer a solicitação, seguindo os passos descritos – veja informações no site da Emirates que está em português.

Quem não precisa de Visto para Dubai

Tem uma listinha de países que possuem uma boa parceria com o governo dos Emirados Árabes, onde os seus sortudos cidadãos não precisam ser submetidos aos procedimentos na obtenção de vistos de entrada, seja em Dubai, Abu Dhabi ou em qualquer outro Emirado. Pegam o visto no aeroporto mesmo…. Não pagam nada, e ainda podem ficar até 30 dias nos EAU.
Segue abaixo a lista dos países:
Alemanha, Andorra, Austrália, Áustria, Bélgica, Brunei, Cingapura, Coréia do Sul, Dinamarca, Espanha, Finlândia, Estados Unidos da América, Canadá, França, Grécia, Holanda, Hong Kong (titulares de passaportes RAE), Irlanda, Islândia, Itália, Japão, Liechtenstein, Malásia, Luxemburgo, Mônaco, Noruega, Nova Zelândia, O Vaticano, Portugal, Reino Unido, São Marino, Suécia e Suíça.
A boa notícia para os brasileiros que possuem passaporte de algumas cidadanias européias, como a Italiana, é que podem se beneficiar desta facilidade pegando o visto no aeroporto mesmo.
Se você não enquadra nos países acima e não tem passaporte Europeu, precisa solicitar o visto.

Assista também o vídeo>>>

Veja também

Dicas e Roteiros de seis dias em Dubai

As principais atrações turísticas de Dubai 

Dicas de Abu Dhabi Emirados Árabes

 

Informações

Moeda
A moeda oficial é o dirham (1 AED = 5,53£/ 1 AED = 1.03 R$ currency  do dia

Idioma
Árabe (de um modo geral, o inglês é falado como segunda língua)

Horário comercial

Os finais de semana são formados pelas sextas e sábados. Sendo assim a semana inicia no domingo.

Fuso horário

7 hrs a mais do Brasil e 2 hrs de Londres

Religião

Por ser um país mulçumano, a religião oficial do país é o Islã. Devido ao grande número de estrangeiros, Dubai também possui grupos de outras comunidades religiosas como cristãos, budistas, entre outros.

Cambridge Inglaterra

By | Tópicos recentes

Uma das fugas mais desejáveis ​​para sair da correria de Londres é a cidade de Cambridge. Localizado a mais ou menos 80 quilômetros da capital Inglesa, Cambridge é uma cidade histórica, que tem uma das universidades mais antigas e famosas do mundo.

Cambridge é uma das cidades mais procuradas por estudantes, por causa dos famosos colleges e faculdades, um lugar muito alto astral e jovenil. Engana quem acha qua Cambridge é lugar só para estudantes, a cidade é uma das mais visitadas por turistas de todo o mundo, suas historias, arquitetura e toda a atmosfera nos faz sentir bem a vontade, e pra quem vem a Londres e tem pouco tempo pela Inglaterra, é um ótimo lugar para um bate e volta, ja que Cambridge fica apenas 1h de trem de Londres.

Como chegar

De trem:  Estação London Kings Cross – Cambridge > 1h

De carro: Pela M11 > 2hs

mais informações sobre horarios e preços clique neste link aqui

IMG_0622 IMG_0610 IMG_0628 IMG_0662

Cambridge tem uma grande tradição histórica, uma grande herança de igrejas, museus e outros monumentos cívicos.  Este é o caso de Corpus Christi College, o único construído pelos cidadãos de Cambridge, construído entre os séculos XIV e XV; Peterhouse, a faculdade mais antiga de Cambridge, no século XIII, ou Trinity College, que é o maior da Europa, que em suas salas de aula teve figuras ilustres, como Isaac Newton.

Cambridge não é uma cidade muito grande e pode ser facilmente visitado em apenas um dia.

 Para todos Cambridge respira cultura, história, arte … é um daqueles lugares onde você sempre encontra algo interessante para ver e fazer, explorar algumas das faculdades mais importantes e desfrutar da atmosfera e relaxar nas margens do Rio Cam.
Uma das minhas atrações favoritas em Cambridge  foi passear de Punt ao longo do rio Rio Cam,( Punt são tipo gôndolas britânicas), que  podem ser alugados individualmente ou dividir com outras 6 a 8 a pessoas. Um passeio de punting no rio tem duração de 30 à 45 min, aproveite o ambiente e  desfrute das vistas privilegiadas dos mais famosos e notáveis colégios da cidade.

IMG_0627 IMG_0658 IMG_0632 IMG_0669

A bordo, uma  pessoa que está em pé na parte de trás do barco é propulsionado com um remo ou vara longa contra o leito do rio, que geralmente são alunos dos próprios colegios, durante o trajeto eles contam a história das universidades e dos Colleges que fica às margens do Rio.

Outra atração de Cambridge é a sua intensa vida cultural que podem serem vistas a partir de uma caminhada pelo centro histórico em torno da câmara municipal e da praça onde o mercado está instalado e que enfatiza a majestosa igreja  St. Mary com uma estampa notável de estilo gótico.Você também pode visitar o Santo Sepulcro conhecida como a Igreja Redonda, uma das quatro igrejas redondas construído pelos Templários que existem na Grã-Bretanha. Este templo é usado por vezes para exposições.

IMG_0331 IMG_0487 IMG_0362 IMG_0498

pontos turísticos de Cambridge
  • A ponte dos suspiros, ponte coberta construída em 1838 que liga a faculdade do Terceiro Tribunal e a da New Court através do rio Cam e que a forma e nome, vagamente reminiscente da ponte dos suspiros em Veneza.
  • Il Ponte Mathemathical que deve o seu nome para as relações matemáticas que têm juntos os pedaços de madeira que formam a ponte.
  • Senate House, construído em 1722 e abriga o Senado, tornou-se hoje um centro para cerimónias académicas.
  • Igreja Redonda, uma das quatro igrejas redondas no Reino Unido.
  • Jardim Botânico da Universidade de Cambridge, um lindo jardim.

IMG_0674 IMG_0678 IMG_0670 IMG_0461 IMG_0463

Museus 
  • Museum of Technology Cambridge
  • Cambridge & County Folk Museum, dedicado ao trabalho
  • Fitzwilliam Museum, de arte visual
  • Museu de Arqueologia Clássica
  • Museu Whipple da História da Ciência
  • Chaleira Yard, para a arte moderna.

 

 

IMG_0466 IMG_0413 IMG_0526 IMG_0541

Roteiro de 3 dias pela Capadócia

By | Tópicos recentes | 9 Comments

Acho que todos tem um sonho de conhecer algum lugar em especial, o meu e antigo sonho era a Capadócia, e enfim se tornou realidade esse ano.

O nome Capadócia significa “terra dos belos cavalos” e realmente os cavalos da região eram super famosos. Sua paisagem única é decorrente da ação de três vulcões. As rochas foram formadas a partir do endurecimento das lavas, há mais de trinta milhões de anos.

Você pode chegar lá de ônibus, de carro ou de avião pelos aeroportos de Kayseri ou Nevsehir.

Nossa ida para a Capadócia foi de Carro( Antalya-Capadócia, 7:30 hrs), a viagem foi longa, cansativa, com estradas cheias de curvas,mas, muito bem sinalizadas e em ótimas condições.

No caminho paramos em Konya para almoçar, veja aqui o post sobre Konya.

A Capadócia está localizada na região da Anatólia Central, na parte central do país, é um destino que mistura paisagens incríveis, com muita cultura e história.
As cidades da região são Göreme, Ürgüp, Nevsehir e Avanos, nos hospedamos em Goreme, a mais charmosa e recomendada, com diversos restaurantes, lojas e uma vista magnifica dos balões toda manhã.

mapa-capadocia

A Capadócia, com suas cidades subterrâneas e formações geológicas únicas, são resultado da ação vulcânica e erosão, e hoje em dia é um dos destinos turísticos mais procurados do planeta. Não é somente a paisagem pitoresca que atrai os turistas, mas todo o patrimônio histórico e cultural deixado por tantos povos que habitaram á região há milhares de anos.

O famoso vôo de balão é o ponto alto da viagem, mas a região possui muitas outras atrações interessantes para se visitar.

Nossa estadia foi, 2 e meio dias e 3 noites, mas deu para fazer praticamente tudo.

  •  Primeiro dia

Fomos direto para o hotel, ficamos hospedados no Goreme Country House , é um hotel bem simples, mas muito aconchegante e bem centralizado, e detalhe , com preço super bacana e com café da manhã preparado tudo na hora. No hotel compramos alguns tuors, como: turkish night, red tuor, green tuor, e o vôo de balão que já estava reservado.

Como chegamos ja à tarde, apenas tomamos banho e nos arrumamos para a famosa noite turca(TL 85,00 2 pessoas) com direito a transporte ida e volta, jantar e  bebidas a vontade e muita dança turca.

IMG_2171 IMG_1054 IMG_1057  IMG_2173 IMG_2179 11793228_1459471184377344_908182065_n11793188_1459471361043993_368738190_n

  • Segundo dia

O famoso e mais esperado “vôo de balão“, voamos pela Turkiye balloon (€150,00 por pessoa), Sempre quis fazer o famoso vôo de balão na Capadócia, umas das principais razões que me motivaram a viajar para a Turquia. Ver aqui sobre o vôo de balão.

11805877_1459487067709089_1783464141_n 11733681_1448259078831888_1070895677_o 11798510_1459487087709087_619457910_n IMG_2237 IMG_2261

Depois da melhor experiência da minha vida, nos retornamos para o hotel a tempo de mais um café da manhã, 🙂 logo depois às 9:30 fizemos o Red Tuor (TL 110,00 2 pessoas), nesse tuor visitamos, Castelo de Uçhisar, o open air museum, a fabrica de cerâmicas, a fabrica de tapetes, almoço incluído, o vale dos monges, o vale da imaginação e os 3 beauties.

Castelo de Uçhisar

Nossa primeira parada foi o Castelo de Üçhisar. É o ponto mais alto da Capadócia, localizado na estrada que liga Nevşehir a Göreme. Há várias salas escavadas na rocha, interligadas por corredores. As chaminés de fada em volta possuem tumbas bizantinas, que se encontram bastante destruídas por saques.

IMG_1208  IMG_1210 IMG_1206 IMG_2583 IMG_2581

Open air museum ( Museu de Göreme)

O Parque Nacional de Göreme, possui a maior concentração de igrejas, capelas e monastérios escavados nas rochas da região, com pinturas belíssimas do período Bizantino no seu interior, datadas entre os séculos X e XIII, o parque foi classificado pela UNESCO como Patrimônio Mundial em 1985, o local é uma das áreas mais turísticas na região.

IMG_1224 IMG_1247 IMG_1278 IMG_1257 IMG_1261 IMG_1275 IMG_1269 IMG_1250 IMG_1243 IMG_1286

Pasabag Monks Village (vale dos monges)

Pilares de rocha incríveis podem ser vistos aqui, em meio a um vinhedo – o nome Paşabağı significa vinhedo do pachá. Pachá em turco significa general ou militar e é um apelido popular. O outro nome (Vale dos Monges) é originado de algumas formações rochosas em forma de cone que lembram monges, além de monges eremitas terem também habitado o local.
O Vale dos Monges contém algumas das mais impressionantes chaminés de fada com pontas duplas e até triplas. Este estilo é único, e este tipo de formação é chamada de chaminé de fada em forma de cogumelo.

IMG_1345 IMG_1363 IMG_1357 IMG_1353   IMG_1358  IMG_1408 IMG_1391 IMG_1395

Valley Devrent ( vale da Imaginação)

O local lembra a superfície da lua, devido ao seu aspecto exótico. No vale também tem diversas rochas com formatos que lembram animais, como, pato, golfinho, camelo e focas. Tem uma rocha que se parece com a Virgem Maria e o menino Jesus. Aqui você pode dar asas à sua imaginação!

IMG_2457 IMG_2451 IMG_2455

Three beauties

Três belezas (Urgup Fairy Chimneys ), são 3 chaminés de fadas mais famosas  fora de Urgup em Capadócia. Três belezas, são formações rochosas cônicas que os moradores criaram muitas lendas, dizem que são uma família de chaminés de fadas, pai ,mãe e filho, e estão localizadas em um mirante com vista para o monte Erciyes, o vulcão adormecido, que foi responsável pelas formações rochosas da Capadócia, que há milhões de anos formaram as  erupções dos vales com cores rústicas.

IMG_2470 IMG_1448 IMG_1450

Acho que tantas paisagens lindas nos deu mais energia para mais uma aventura, o passeio de quadriciclo pelo vale das fadas, esse passeio dura em torno de 2hrs e custou(TL 150,00 p/ 2 pessoas), um passeio que vale muito à pena.

IMG_2570 IMG_2528 IMG_2545 IMG_2550  IMG_2544

Última parada Sunset point

IMG_2646  IMG_2631 IMG_1461

  • Terceiro dia

Eu recomendo acordar cedo 5:oo hrs e  ir até o Sunrise point, para ver o balões sobrevoando sobre os vales esculpidos de pedra.

Sunrise point 

IMG_1738 IMG_2952 IMG_1747   IMG_1788 IMG_2942

 

Fizemos também o Green tuor (TL 110,00 2 pessoas), nesse tuor visitamos a underground city, Ihlara Valley (o grand canyon), almoço incluído , Selime monestary, pigeon valley (o vale dos pombos).

Kaymakli Underground city (cidade subterranea de Kaymakli) 

A cidade subterrânea de Kaymakli foi descoberta em 1964, é a maior,das 36 cidades subterrâneas da Capadócia e a mais profunda na área, aproximadamente 85 metros de profundidade e tem 16 andares, dos quais 8 você pode ver durante a sua visita guiada. Ele foi usado para ocultar os cristãos durante os ataques inimigo no período do século 5o ao século 10a. Nessas cidades os ambientes são bem divididos, com igrejas, estábulos, cozinha, dormitórios, no 4 andar está um poço profundo que servia de sistema de ventilação para os cômodos da cidade subterrânea, é muito interessante imaginar como as pessoas conseguiam ficar semanas refugiados na cidade subterrânea.

Apesar de muitas passagem serem apertadas e estreitas,achei bem interessante o passeio,  pessoas com problema de locomoção, evitem esse passeio, e quem tiver claustrofobia pode se sentir incomodado, o sistema de ventilação de Kaymakli é muito bom.

295812_778167 imagee IMG_2665

Ihlara Valley

Seguimos para Ihlara Valley com 16 km de comprimento, um desfiladeiro formado na rocha vulcânica na parte sul da Capadócia, na sequência de várias erupções do Monte Erciyes. O riacho Melendiz flui através do vale. O que o torna único é a antiga história de seus habitantes. Todo o canyon é uma colméia, com moradias subterrâneas escavadas na rocha e igrejas do período bizantino. No vale Ihlara você tem uma boa caminhada de 3,5 km ao pé das águas do Melendiz onde também pode visitar a igreja Ağaçaltı (igreja debaixo da árvore). Após a caminhada almoçamos em um restaurante local.

IMG_2681 IMG_2677 IMG_2700 IMG_1539 IMG_2708 IMG_1514 IMG_2686 IMG_1534

Selime monestary

Uma das surpresas mais inesperadas na Capadócia é o maravilhoso mosteiro de rocha em Selime, no final do vale Ihlara, a 28 km de Aksarai. Selime era o lar de hitita, assírios, persas, romanos, bizantinos e civilizações otomanos. Mosteiro Selime foi esculpido por monges no século 13 e além de uma igreja do tamanho de uma catedral, também tem quartos dos monges, uma grande cozinha e estábulos para os animais. Você também pode ver a aldeia de Yaprakhisar, que é famosa pela sua paisagem lunar semelhante a do Star Wars. Mosteiro Selime é o maior edifício religioso na Capadócia.

IMG_1559 IMG_1593 IMG_2740 IMG_2786 IMG_2784 IMG_2805 IMG_2780 IMG_2733

Pigeon valley (o vale dos pombos)

Aqui você vai ver centenas de casas velhas de pombos cortados nas rochas. Ao longo de séculos, agricultores têm utilizado fezes de pombos como fertilizante para as suas culturas.

IMG_2830 IMG_1629 IMG_2836 IMG_1638 IMG_2828 IMG_2839

Ainda não acabou, afinal estamos de férias na Capadócia, e temos que aproveitar cada minuto, e para fechar com chave de ouro nosso último dia pela incrível Capadócia, fomos até o Sunset point para apreciar o mais lindo e colorido pôr do sol da Capadócia. Por último jantamos no Nostalji Hotel e depois andamos pelo centro para as compras de survenis.

SUNSET POINT

IMG_2875 IMG_2881 IMG_1683 IMG_2893

Nostalji Hotel e Restaurante

Nostalji hotel é uma ótima dica para quem quer se hospedar em um Cave hotel( hotel na caverna) ou apenas apreciar a culinária típica da região.

IMG_1715 (2) IMG_1731 IMG_1711 IMG_1697  IMG_2917 IMG_1699

Desculpe pelo tantao de fotos, mas não resisti….Algumas fotos foram tiradas do celular (câmera da frente) por isso a qualidade estão ruim, mas espero que tenham gostado do post e das dicas… beijos

Vocês também podem ver nosso vídeo neste link aqui

 

 

Esse lugar é incrível assistam e tire suas próprias conclusões

 

Plitvice Lakes National park – Croácia

By | Tópicos recentes | One Comment

A Croácia é um país jovem, que conseguiu sua independência da antiga Iugoslávia em 1991, após uma longa guerra que fez os turistas desaparecerem durante alguns anos. Desde então, o país tem investido pesado no turismo e voltou a ser um dos destinos de veraneio mais  procurados pelos europeus. Hoje em dia nem se nota os reflexos do pós-guerra: monumentos públicos e estradas estão bem conservados. Além de praias e ilhas fantásticas sobre o mar cristalino do Adriático, os Lagos de Pltivice não podem ficar fora do roteiro.

IMG_6094 IMG_6096 IMG_6091 IMG_6126 IMG_6109

Plitvice Lakes National Park declarada como Patrimônio da Humanidade pela Unesco é uma reserva florestal de 300km quadrados no centro de Croácia. O parque fica em um lugar estrategico entre Zagreb ( a capital da Croácia) e Zadar. O nosso ponto de partida para o parque foi Zadar, compramos  tuor de um dia com café da manhã e almoço incluso, a viagem de Zadar até o parque é de 1:30h.

O National Park Plitvice Lakes, é a atração turística mais popular da Croácia, a beleza do Parque Nacional encontra-se em seus dezesseis lagos inter-ligados que estão rodeados por muitas cachoeiras e florestas exuberantes.  O parque também é povoado por cervos, ursos, lobos, javalis e espécies de aves raras.

IMG_6260 IMG_6273 IMG_6252 IMG_6276 IMG_6100

Os lagos também são famosos por suas cores em mudança constante, de verde para cinza claro e até mesmo um muito característico azul-turquesa que faz com que esses lagos sejam exclusivos. A cor das águas dos lagos são diferentes, devido aos seus minerais, o mais surpreendente é que, apesar das varias tonalidades de cores diferentes,  a água é totalmente transparente e pode ver perfeitamente os peixes no fundo dos lagos. Cachoeiras de varios tipos e tamanhos também são encontrados em todo o parque, mas definitivamente a minha favorita é esta e você pode ir até quase debaixo dela, e sentir a água que permeia o ar. É realmente espetacular!!! Os lagos são  conectados por milhas e milhas de passarelas, permitindo o acesso íntimo a este paraíso natural.

IMG_6235 IMG_6225 IMG_6222

O parque é atravessado a pé e existem diferentes rotas. Tudo é claramente marcado, então basta escolher o seu percurso e seguir os sinais.

O passeio completo pelo parque dura em média 3-4 horas de caminhada, prepare um bom tennis, uma garrafa d’gua e muita disposição, mas garanto que com tantas paisagens maravilhosas não vai nem ver o tempo passar, e realmente, o parque é lindo e arrancava nossos suspiros…)

IMG_6258 IMG_6244 IMG_6253 IMG_6255 IMG_6170 IMG_6171 IMG_6195 IMG_6202 IMG_6164 IMG_6132

É proibido nadar neste parque, ja que não é assim no parque Krk cachoeiras, onde ha uma área adequada para a natação.

Lagos Plitvice não é apenas para o verão. É um lugar para ser  visitado em qualquer época do ano,  e em cada estação, proporciona um visual diferente, se isso é uma vegetação exuberante na primavera/verão, cores ricas no outono, ou cenas mágicas na neve e gelo no inverno. Mesmo em dias chuvosos, o parque ainda pode ser  explorado, dando um efeito dramático – às vezes borbulhando debaixo de seus pés sobre os caminhos de madeira!
Compreensivelmente, Plitvice podem ser muito movimentado durante o verão e os caminhos podem ser muito lotado. É ideal visitas a tarde no verão e na primavera, que o clima ainda é bom, e o parque está aberto até mais tarde e deve haver menos pessoas.
Observe: Que a entrada 2 (lagos inferiores) é normalmente fechado no inverno – mas ainda há muito para explorar a partir de Entrada 1.

IMG_6087 IMG_6121 IMG_6089 IMG_6098IMG_6056

O Parque está aberto diariamente durante todo o ano, com mais horas de abertura durante o verão (geralmente sete – oito horas). Há uma taxa de entrada que funciona como uma contribuição para a conservação e proteção do Parque, o valor varia entre 55-180 Kunas ( 6-18£). Estudantes tem desconto, não esqueça de lavar o cartão de estudante.

Existem 2 entradas para o parque a entrada 1 e a entrada 2, mas recomendo começar pela entrada 1 onde do alto você terá uma vista panorâmica do parque.

O parque conta com estacionamento, banheiros, restaurantes e uma área enorme para picnics.

IMG_6272 IMG_6209  IMG_6140 IMG_6142 IMG_6145 IMG_6165 IMG_6162

Dinheiro:Kuna

Veja o nosso roteiro de 7 dias pela Croácia 

 

10 cidades imperdíveis para visitar em Portugal

By | Tópicos recentes | 2 Comments

Portugal é um país rico em história, em tradição e, acima de tudo, em beleza. Morei em Portugal por quase 4 anos e tive o prazer de conhecer lugares lindos, e estas são, para mim, as mais belas cidades de Portugal. Todas as cidades citadas abaixo são perfeitas para um bate e volta, tanto de Lisboa quanto da Cidade do Porto, entre 1h à 1:30h de viagem.

 

1.Lisboa

torre belem lisboa

Lisboa é uma cidade iluminada ,onde o sol brilha até 290 dias por ano e a temperatura raramente desce abaixo dos 15 ºC. Onde é seguro passear durante o dia e sair à noite. Lisboa foi originalmente construída sobre sete colinas e estende-se ao longo do rio Tejo numa paisagem ondulada repleta de edifícios, monumentos, inúmeros museus, e os contrastes arquitetônicos que não passam despercebidos, fazem da capital de Portugal um espelho de cor em que a beleza!

PONTOS TURÍSTICOS E CULTURAIS

– Oceanário de Lisboa

– Castelo de São Jorge

– Mosteiro dos Jerônimos

– Torre de Belém

– Aqueduto das Águas Livres

– Praça dos Restauradores

– Convento do Carmo

– Praça da Figueira

– Centro Cultural de Belém

– Padrão dos Descobrimentos

– Parque Eduardo VII

– Sé de Lisboa

Leia também >>> O que fazer em Lisboa em 1 dia

2.Sintra

sintra-www-mirelletome-com

Sintra fica à 28km de Lisboa, faz parte da Região Metropolitana da capital e é o segundo município mais populoso do país. Sintra é uma cidade pitoresca localizada entre as colinas cobertas de pinheiros da Serra de Sintra. Este clima um pouco mais frio atraiu a nobreza e a elite de Portugal, que construiu palácios requintados, residências extravagantes e jardins decorativos de imensa beleza. Faça uma visita à Sintra, através da Cidade histórica Antiga, Palácio Nacional, Castelo dos Mouros e o Palácio da Pena.
O Palácio Nacional, estilo gótico, foi amplamente utilizado pela nobreza de Portugal entre os séculos XV e XIX, e seus quartos espaçosos testemunhou o crescimento da nação. A característica mais distintiva exterior do Palácio são as duas chaminés gigantes que sobem das cozinhas, enquanto os quartos do Interior refletem a longa história do palácio.

Distância- 1h de Lisboa

 

3.Cascais

Cascais beach

Cascais fica apenas 31km de Lisboa. Cascais é uma cidade cosmopolita, com uma bela baía. É uma vila antiga de pescadores em sintonia com a vida aristocrática.

Coisas para ver:
Praia do Guincho
Uma das mais emblemáticas praias de Portugal, muito procurada durante a época balnear por windsurfistas e kitesurfers de todo o mundo.

Boca do Inferno – De paisagem deslumbrante principalmente quando o mar está agitado, aqui poderá desfrutar de um magnífico pôr do Sol sobre o oceano.

Casa de Santa Maria – Ex-líbris da paisagem de Cascais. A Casa engloba o Museu do Farol de Santa Marta e o Museu-Biblioteca Condes de Castro Guimarães.

Parque Natural Sintra – Estende-se desde a zona de Sintra até às zonas da praia do Guincho e do Cabo da Roca.

Distância- 1h de Lisboa

4.Évora

evora

No coração do Alentejo no caminho entre Lisboa e a região da Estremadura em Espanha. Évora foi considerada património mundial pela Unesco em 1986. Segundo a organização, Évora é uma cidade-museu, cuja as raízes datam os tempos dos romanos. A era dourada foi no século XVI, quando foi residência de reis portugueses.

Destacam-se nos pormenores da arquitetura, as casas brancas, os azulejos e as varandas. Estas características fazem de Évora o melhor exemplo de uma cidade do auge da História de Portugal depois da destruição de Lisboa no terramoto de 1755. Visitar Évora hoje poderá ser uma inspiração. Foi assim no passado, quando ajudou a criar algumas cidades portuguesas no Brasil, como Salvador da Bahia.

Distância- 1:30h de Lisboa

 

5.Óbidos

images

Óbidos é uma vila medieval, com cerca de 3.100 habitantes. Envolvida por uma cintura de muralhas medievais e coroada pelo castelo mouro reconstruído por D. Dinis, que hoje é uma pousada, a cidade é um dos exemplos mais perfeitos da época medieval no país português. Como nos tempos antigos, a entrada faz-se pela porta sul, de Santa Maria, embelezada com decoração de azulejos do século XVIII.

Dentro das muralhas, que sob o sol poente tomam uma coloração dourada, respira-se um alegre ambiente medieval feito de ruas tortuosas e velhas casas caiadas de branco, azul ou de amarelo.

Distância- 1h de Lisboa

6.Porto 

Porto

A segunda maior cidade de Portugal, e umas das mais belas também, manteve o seu charme original e a fascinante cultura, apesar do seu tamanho crescente. “Edifícios coloridos “disputam” espaço entre mansões barrocas e ruínas de igrejas medievais, enquanto por baixo da cidade se encontram as adegas que armazenam o material de exportação mais famoso da cidade: o vinho do porto. O centro histórico da cidade foi designado Património Mundial da UNESCO graças a suas belas construções do período e ruas estreitas e sinuosas, com vista de frente para o rio, adicionando um toque de romance à antiga cidade”.

 

7.Aveiro

portugal

Conhecida como a “veneza portuguesa”, a cidade de Aveiro é inspiradora para andar a pé ou de bicicleta. Vale a pena dar uma volta pelo centro, junto ao rio que acompanha sua principal avenida, e apreciar o balançar os barquinhos moliceiros. Ah, e não deixe de provar os famosos ovos moles de aveiro!
Como chegar: trem urbano a partir da estação São Bento. A estação não fica no centro histórico, mas é bem pertinho e dá para seguir a pé.

Distância- 1h  da cidade do Porto

 

8.Braga

portugal-dicas

Braga situa-se no coração da verdejante região do Minho, no Noroeste de Portugal, rodeada por uma paisagem de montes ondulantes e florestas. A cidade, um dos maiores centros religiosos de Portugal, é reconhecida pelas suas igrejas barrocas. A história da cidade reflete-se nas inúmeras igrejas e monumentos, entre os quais se destacam a imponente, Sé Catedral e a Igreja de Santa Cruz, datada do século XVII. Numa colina a cerca de 5 km a sudeste ergue-se o Santuário do Bom Jesus do Monte, um importante local de peregrinação. Por detrás, encontra-se o Monte do Sameiro, onde uma estátua colossal de Nossa Senhora vigia atenta a cidade. Nos arredores de Braga encontra-se a Citânia de Briteiros – um impressionante local arqueológico da Idade do Ferro. Ao longo da costa de Esposende, Ofir e Apúlia encontrará belas praias. Todo o distrito é famoso pelas suas festividades e gastronomia, com receitas tradicionais que incluem bacalhau (cozinhado em centenas de formas distintas) e arroz de pato.

Distância- 45 min da cidade do Porto

 

9.Coimbra

portugal-coimbra

Repleta de história, Coimbra acolhe alguns dos mais venerados costumes e monumentos da região, repleta de vestígios da ocupação romana e do domínio medieval.

Para quem gosta de história, visite as ruínas antigas de Conímbriga, o Museu Nacional de Machado de Castro, a Sé Velha e a Igreja de Santa Cruz, entre outros maravilhosos marcos. Não falta o que visitar em Coimbra.

Para os mais jovens, passe por Coimbra durante as festas académicas, mais propriamente durante a Queima das Fitas, celebração de conclusão da licenciatura, que ocorre em meados de Maio, já para as crianças, recomendo conhecer o Portugal dos Pequeninos, um espaço onde se podem explorar réplicas em miniaturas, de monumentos e edifícios nacionais, das típicas aldeias portuguesas. Vão adorar!

Distância- 1:30h da Cidade do Porto

 

10. Viana do Castelo

portugal-viana-do-castelo

Situada na foz do rio Lima, entre o mar e as montanhas, a cidade de Viana do Castelo é uma cidade histórica e bem atrativa. A cidade foi um ponto de partida crucial durante a Era dos Descobrimentos, quando muitos exploradores portugueses embarcaram para descobrir o mundo ainda desconhecido.  A cidade é atualmente constituída pela União de Freguesias de Santa Maria Maior, Monserrate e Meadela, e os seus subúrbios estendem-se até às freguesias de Areosa e Darque.
Viana do Castelo é uma cidade de raízes históricas profundas, e uma prova de tal é o património que preserva tanto como o Monte de Santa Luzia assim como o centro histórico. Esta cidade de fato oferece interessantes monumentos e museus.
A atrações principais
Santuário de Santa Luzia
Igreja Matriz
Capela de Nossa Senhora da Agonia

Distância- 1h da cidade do Porto